Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre os vencedores do Oscar de Melhor Filme

24 de abril de 2019

 

Asas (1929)
O grande vencedor da primeira edição do Oscar foi também o primeiro a mostrar um beijo gay nas telonas.

Grande Hotel (1934)

O filme conseguiu um feito inédito: foi indicado apenas na categoria de Melhor Filme – e levou a estatueta.

E o Vento Levou (1940)

Com 3h54min de duração, é a obra mais longa a vencer o Oscar de Melhor Filme.

Casablanca (1942)

“As Time Goes By” foi escrita em 1931 pelo compositor Herman Hupfeld. Um dos roteiristas de “Casablanca”, Murray Burtnett, escutou a música em um café no sul da França, tocada por um pianista negro para uma plateia de nazistas, franceses e refugiados — inspiração para a cena do filme em que Sam (Dooley Wilson) toca a música para os personagens de Ingrid Bergman e Humphrey Bogart. 

A frase “Play it again, Sam” nunca foi dita no filme. Na verdade, Rick, interpretado por Humphrey Bogart, diz “You played it for her, you can play it for me. Play it” (“Se você tocou para ela, pode tocar para mim. Toque!”). Já Ilsa (Ingrid Bergman) diz “Play it, Sam. Play ’As time Goes By” (“Toque, Sam. Toque enquanto o tempo passa”).

“A Malvada” (1950)

Bette Davis filmou todas as cenas da personagem Margo Channing em apenas 16 dias. Em “A Malvada”, Margo é uma atriz assombrada pelo fantasma de velhice.

Ben-Hur (1960)

O épico levou 11 das 12 indicações ao Oscar. O primeiro “Ben-Hur” foi dirigido por Fred Diblo em 1925. “Ben-Hur” foi o primeiro remaque a ganhar o prêmio de “Melhor Filme”.

Minha Bela Dama (1964)

A expressão que serve de título para o filme não aparece nos diálogos ou em nenhuma das canções.

Um dos mais clássicos romances do cinema, o filme não possui nenhuma cena de beijo.

O Poderoso Chefão (1972)

As filmagens de “O Poderoso Chefão” duraram 62 dias.

Marlon Brando causou polêmica ao  recusar sua indicação ao Oscar de Melhor Ator em 1973. Quando foi anunciado vencedor, foi uma suposta ativista indígena chamada Sacheen Littlefeather quem subiu ao palco, recusou o prêmio em nome do ator e fez um discurso reclamando do tratamento dado aos índios norte-americanos em Hollywood. Mais tarde, descobriu-se que a “nativa” era a atriz Maria Cruz.

Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1978)

O título original do filme é “Annie Hall”, uma brincadeira com o verdadeiro nome da atriz Diane Keaton, Diane Hall.

Platoon (1986)

O diretor Oliver Stone tornou-se o primeiro veterano da Guerra do Vietnã a produzir um filme sobre o conflito, em 1986.

Oliver Stone recebeu duas condecorações por ferimentos sofridos nos quinze meses em que lutou na Guerra do Vietnã, entre 1967 e 1968.

Conduzindo Miss Daisy (1989)

Com o papel de Daisy Werthan, Jessica Tandy tornou-se a mais velha atriz a ganhar um Oscar, aos 80 anos e 293 dias.

A Lista de Schindler (1993)

O vencedor do prêmio de melhor fotografia de 1994, Janusz Kaminski, pelo filme “A Lista de Schindler”, é polonês e judeu, mas nunca tinha voltado ao seu país, desde que sua família se mudou para os Estados Unidos. O retorno aconteceu em 1993, quando Janusz foi trabalhar nas filmagens do longa.

“A Lista de Schindler” foi filmado em 71 dias, mesmo tempo gasto com “Parque dos Dinossauros”, outro sucesso do diretor Steven Spilberg. Mas o vencedor de sete Oscars de 1994 custou apenas um terço do que foi gasto com o filme sobre dinossauros. Saiu pela “bagatela” de 23 milhões de dólares.

Forrest Gump (1994)

Em referência ao músico folk Bob Dylan, Jenny (Robin Wright Penn) usa o nome Bobbie Dylan quando aparece cantando a música “Blowin’ in the Wind” em uma boate.

Titanic (1997)

Interpretado por Leonardo DiCaprio, Jack Dawson era um passageiro do Titanic apenas na ficção até que se descobriu que um verdadeiro J. Dawson morreu a bordo do navio, em 1912.

Os Infiltrados (2006)

Ao todo, 21 personagens morrem ao longo do filme, que é uma refilmagem do filme de Hong Kong “Conflitos Internos”.

Onde os fracos não têm vez (2007)

O título original do filme, “No Country for Old Man”, foi inspirado pelo poema “Sailing to Byzantium”, de William Butler Yeats.

No papel do assasino Anton Chigurh, Javier Bardem tornou-se o primeiro ator espanhol a ganhar o Oscar de “Melhor Ator”, em 2008.

Livro registra as maiores gafes do cinema.

 

Web Stories

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Categorias

Categorias

As categorias do Ig Nobel mudam de ano para ano. Mesmo assim, algumas — por seu alto grau de relevância — acabam tendo premiados em todas as edições. Desde 1991, quando o prêmio surgiu, em nenhum ano as categorias foram repetidas....

   Christian Dior desenhou a moda da década de 1950: roupas cheias de glamour, com saias rodadas, cintura e busto bem marcados. Abriu sua primeira loja na Paris de 1946, com a ajuda de Marcel Boussac, um empresário da indústria de tecidos. Dior também foi o...

A origem e as lendas do Dia Internacional do Beijo (13/04)

A origem e as lendas do Dia Internacional do Beijo (13/04)

O Dia Internacional do Beijo é comemorado em diversas datas. No Brasil, a data escolhida foi o 13 de abril. Não se sabe exatamente o motivo da escolha da data. Há duas explicações falsas circulando pela internet. A primeira fala de uma competição chamada "Kissathon",...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
Qual é a origem do Creme Nivea? Você conhece o axolote, o “monstro aquático”? As pioneiras da ficção Científica A bandeira brasileira com uma estrela vermelha