Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

As mil e uma versões de capas para Lolita

22 de outubro de 2009

Essa foi a primeira capa do livro “Lolita” – a obra mais famosa e controversa do escritor russo Vladimir Nabokov -, publicado pela primeira vez em 1955.
iG Colunistas – Blog do Curioso, por Marcelo Duarte - » As mil e ...
A trama do homem de meia-idade envolvido sentimentalmente pela adolescente Dolores Haze ultrapassou a literatura, virou filme de Stanley Kubrick e alcançou o status de ícone pop. A palavra “Lolita” (apelido dado pelo protagonista Humbert Humbert à Dolores) passou a designar qualquer menina jovem, bonita e provocante.
t-shirt básica branca lolita pop - mundololita
Agora, o blog Venus febriculosa (em inglês) promoveu um concurso de possíveis capas para “Lolita”. O blogueiro recebeu 155 capas diferentes, enviadas por 105 candidatos de 34 países. Os critérios para a difícil escolha do vencedor foram simplicidade e elegância, além de um bom projeto gráfico geral.

A capa vencedora, segundo o blog, foi  da búlgara Lyuba Haleva (veja acima).

A versão do polonês Aleksander Bak,  a composição da inglesa Lucie Lebaz a capa abstrata de Suzene Ang (Cingapura) ficaram entre as finalistas.

 

 

 

Você já elegeu a sua favorita?

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Os filmes dos Muppets

Os filmes dos Muppets

1. O primeiro longa-metragem, Muppets - O filme, foi lançado em 1979 e garantiu a ida dos fantoches ao estrelato. 2. Na história, as brincadeiras eram metalinguísticas: Kermit era levado a Hollywood para fazer gravações e acabava se...

10 fatos curiosos sobre os livros

10 fatos curiosos sobre os livros

Os sábios chineses foram os pioneiros na arte de imprimir livros. Mas o livro mais velho que se tem conhecimento é uma cópia do "Diamond Sutra", impresso em 11 de maio de 868 e encontrado nas grutas de Dunhuang, no Turquestão. Eram discursos de Buda para seu discípulo...

25 Comentários

25 Comentários

  1. Mauricio mendes

    A capa do polonesque ficou entreas finalistas,resume Lolita com perfeição.Um elasticode prender os cabelos se transforma emum labio jovial e sedutor.

    Responder
    • Mas...

      Qual lábio?

      Responder
  2. Gurjão

    Simplicidade e elegância…a melhor é a capa abstrata de Suzene Ang (Cingapura), mas é louvado o intrigante trabalho do polonês Aleksander Bak.

    Responder
  3. Marcelo Arruda

    Então, sobre essa questão, sem nenhum moralismo, quantos giros, camadas de pátinas e outras estrtégias de ocultamento: trata-se da narrativa de um pedófilo [com substancial vinco pornográfico] disfarçada de alta literatura…

    Responder
    • Rogério

      É. Talvez se você -e sua cabecinha- fosse o autor. Nabokov, pela vez dele, não é você, não tem a sua cabecinha e fez literatura.
      Entendeu?

      Responder
  4. claudionor ferreira

    O moralista acima sabe nada de literatura.
    O livro é belíssimo, fez minha cabeça aos 16 anos.
    História linda, humana.
    Enfim…

    Responder
    • Marcelo Arruda

      Claudionor [nome exótico, hibrido, com a dois gêneros] explica-se a sua posição, pois infere-se da sua colocação, como um ato de reminiscência adoslescente: em idade adulta reação infantilizada.

      Responder
  5. Joel Pinheiro

    Parece-me que a proposta é para escolha da capa de “Lolita”, e não discussão sobre a obra em si, portanto a minha escolha é aquela do balanço vazio, pendurado numa árvore, denotando a infância ou adolescência roubada da personagem.

    Responder
    • Deborah

      Boa escolha, Joel

      Responder
  6. A.Sergio

    Me impressionou a da arvore seca, faz pensar na personalidade de Humbert trazendo a de Lolita por terra. Esse conto, acredito, despertou em muito gente o sentimento pedófilo.

    Responder
  7. Francisco C. Mayer

    Um livro escrito com classe. Obra marcante. Recomendo a todos a leitura.

    Responder
  8. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  9. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  10. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  11. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  12. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  13. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  14. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  15. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  16. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  17. Antonio C. Novelli

    Hoje em dia, um homém maduro se apaixonar por uma adolecente, é chamado de pedófilo. Antigamente era chamado de “conquistador de lolitas” Obs. ninguem comenta a forma que as adolecentes estão se vestindo hoje, calças aperdadissimas, seios quáse a mostra, fora o excesso de pintura e a forma sensual de olhar para os homens. Depois, nos homens somos chamados de pedófilos! (talvez uma verdade que não deve ser dita)

    Responder
  18. Mariana

    Sinceramente. a capa escolhida (da búlgara Lyuba Haleva) foi a que menos empolgou…

    Responder
  19. Eldon

    A melhor de todas é realmente a capa escolhida pelo blog. Sintetiza perfeitamente a história. Chega a ser quase um poema pela beleza. Fabuloso.

    Responder
  20. Niva Costa

    Suzene Ang,para mim ,fez a capa mais criativa e moderna.Vale ressaltar dentro do mesmo critério,o olhar ingles da Lucie Lebaz,sobre a obra e a capa do Aleksander Bak!

    Responder
  21. elessandra

    não tem a que eu quero……….

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This