Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Os parentes do ponto de interrogação

14 de agosto de 2011


No Twitter do Guia dos Curiosos, o leitor @JefBerbigier perguntou: “quem inventou o ponto de interrogação?”. A versão mais conhecida para o surgimento do sinal é que, em latim, todas as perguntas escritas tinham a palavra quaestio. Na Idade Média, o termo foi abreviado para Qo. A letra “Q” era escrita sobre o “o”, transformando-se aos poucos no ponto de interrogação como conhecemos hoje.

O gráfico inglês Henry Denham inventou na década de 1580 o ponto de pergunta retórica. Era uma interrogação como conhecemos hoje, só que espelhada. Ela devia ser usada logo após qualquer pergunta que não necessariamente espera uma resposta. O sinal não fez sucesso e parou de ser usado já no século seguinte.

Graficamente idêntico ao sinal inventado por Denham existe também um sinal gráfico bem curioso: o sinal de ironia. Foi inventado pelo poeta francês Alcanter de Brahm no século 19.  Era colocado no final de frases que continham sarcasmo e precisavam ser bem interpretadas.

Bem mais recente é o sinal chamado pelo americano Martin K. Speckter de “Interrobang”. Em 1962, ele pensou que seria ótimo se as perguntas feitas com surpresa fossem identificadas com um único sinal, em vez dos tradicionais “!?” e “?!”. O símbolo mistura os dois pontos. Não foi um sucesso, mas ainda pode ser usado no Windows. É só apertar os números 8253 segurando a tecla ALT.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A origem dos acentos e símbolos gramaticais

A origem dos acentos e símbolos gramaticais

O surgimento e a história do sistema de pontuação têm acompanhado o desenvolvimento da escrita. No começo, os textos eram redigidos em letra maiúscula  e de forma contínua, sem espaço entre os vocábulos. Zénodoto de Éfeso (320-240 a.C.), responsável pela Biblioteca de...

Quando começamos a colocar o pingo no i?

Quando começamos a colocar o pingo no i?

A adição do ponto sobre a letra i data do século XVI. Quando os caracteres góticos foram adaptados, os dois is (ii) eram frequentemente confundidos com a letra u. Para evitar esse problema, criou-se o costume de acrescentar a ele o acento gráfico til, o apóstrofo e...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This