Stanley Bing deve ter arrumado milhões de inimigos por causa do livro 100 Empregos Idiotas… e Como Conseguí-los. Agora esse número deve aumentar bem mais, pois o livro acaba de sair no Brasil também. Bing dispara para todos os lados. Parece que não poupa ninguém: amigo de rapper, advogado, apresentador de previsão de tempo na TV, aromaterapeuta, autor de livros de negócios, comentarista esportivo, consultor de feng shui, crítico de comida, empreiteiro, headhunter, leão-de-chácara, poeta, político, reitor de universidade, roqueiro e muitos outros.

Até técnico de máquina de xerox entrou na lista (será que é um meio de evitar que seu livro seja copiado ilegalmente?) 100 Empregos Idiotas deve ser lido como um livro de humor. Ou até de provocação para aquele cunhado que é personal trainer.

A cada profissão ironizada, Bing conta as habilidades necessárias, as tarefas, os exemplos famosos, como conseguir o emprego, o lado bom, o lado ruim, o lado negro e o que fazer depois. Quando eu digo que ninguém escapou não estou exagerando. Um dos 100 empregos idiotas é o de… blogueiro. O que diz Stanley Bing?

BLOGUEIRO

Faz download de conteúdo de sua mente, mesmo quando não há nenhum

Habilidades necessárias: Ser capaz de transpor pensamentos, raivas, ressentimentos, discernimento, falta de discernimento, rumores, coisas que ouviu, coisas que não ouviu, verdades, mentiras, ficção, meias-verdades, sabedoria apropriada, troca de favores, veneno político e sociológico, autopromoção e outros eflúvios culturais para uma tela em branco todos os dias; ter a impressão de que a atividade cerebral cotidiana de uma pessoa é do interesse de outras. Ajuda se você for engraçado, mas, se isso é impossível, ser detestável normalmente basta.

Tarefas: Escrever o dia todo. Escrever a noite toda. Até babar.

Como conseguir o emprego: Faça um blog na internet. Ele será seu quadro-negro. Não o deixe vazio por muito tempo. Comece escrevendo, e, quando digo isso, quero dizer encher a tela de palavras. Tente fazer isso o tempo todo. Não deixe que nenhuma idéia ou oportunidade passe sem explorá-la. Depois de um tempo, sua tendência humana natural de ser apropriado, gentil ou cuidadoso, ou de editar a si mesmo a qualquer custo, sumirá, desaparecerá de maneira gradual. Isso é bom. (…)

O lado bom: Esse é um dos empregos idiotas que você pode começar imediatamente, sem treinamento nem experiência prévia. Você também pode se tornar muito famoso, uma vez que a mídia estabelecida, cada vez mais privada de excitação e idéias próprias, decidiu manter a atividade diária no blog como uma alternativa muito melhor e mais interessante do que as notícias reais.

O lado ruim: Você vai precisar de uma dose completa e diária de imaginação, raiva, amargura e de pessoas dizendo coisas sem sentido para você repetir.

O lado negro: Sua pele ficará muito branca; seus olhos, remelentos e vermelhos. Pêlos surgirão em lugares horrendos. Você não se importará. Você não é mais nada além de um conduíte através do qual passam todos os gases raros do universo. Você é, resumindo, um blog.

O que fazer depois: Criar um site.