O dia 25 de maio é tradicionalmente especial para os fãs do mundo nerd. Neste ano, porém, a data terá um significado ainda mais importante, pois serão comemorados os 40 anos da estreia de Star Wars: Uma Nova Esperança, o primeiro filme da série (mas hoje chamado de “Episódio IV”). O aniversário da estreia do filme inspirou o Dia do Orgulho Nerd, uma celebração anual criada na Espanha em 2006.

STAR WARSAntes disso, porém, os nerds já comemoravam o dia 25 de maio de maneira especial. É que nessa data também é celebrado o Dia da Toalha. Tudo começou em 11 de maio de 2001, data de falecimento de Douglas Adams, autor de O Guia Mochileiro das Galáxias, uma “trilogia de cinco livros”. Duas semanas depois, em 25 de maio de 2001, os fãs prestaram uma homenagem ao autor carregando uma toalha durante todo o dia.

O Guia do Mochileiro das Galáxias,O Guia do Mochileiro das Galáxias conta a história de dois amigos que se aventuram pelo espaço depois que a Terra é demolida para a construção de uma estrada. Nessa jornada, a toalha é uma ferramenta muito importante para eles. Adams dedica uma página inteira do livro apenas para descrever o quanto ela é fundamental para os mochileiros. Leia um trecho:

A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você – estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Cogitou-se postergar a comemoração para 42 dias após a data de sua morte (ele aponta em sua obra que o número 42 é fundamental para todas as respostas acerca do universo), mas depois concluiu-se que faria mais sentido manter a celebração para o dia 25 de maio.

E as coincidências não param por aí. Os fãs da cultura nerd colocaram mais um motivo na lista de comemorações do 25 de maio. A data é importantíssima para os leitores dos 41 livros da série “Discworld”, do inglês Terry Pratchett. O primeiro volume foi “A Cor da Magia”, lançado em 1983. A explicação está no 29º volume, “Night Watch”, de 2002: nesta data o grupo de sobreviventes da Revolução Gloriosa se reúne para saudar a memória dos companheiros falecidos durante o movimento que derrubou a monarquia e instarou a república na cidade-Estado de Ankh-Morpork. Por isso, então, diz-se que este é o Glorioso 25 de maio. A obra de Pratchett foi traduzida para 40 idiomas.

 "Discworld",Terence David John Pratchett gostava de usar um chapéu preto que lhe dava um certo ar de bruxo. Recebeu o título de “Sir” (cavaleiro do trono inglês) das mãos da Rainha Elizabeth em 2009. Escreveu 70 livros e vendeu cerca de 70 milhões de exemplares em 44 anos de carreira literária. Pratchett morreu em 12 de março de 2015, aos 66 anos.

No “Olá, Curiosos!”, o especialista Sílvio Alexandre contou mais curiosidades sobre a comemoração da data.

Leia também: Por que lilás é a cor do Dia do Orgulho Nerd?