Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Vamos ou não calar essas vuvuzelas?

6 de julho de 2010

A Copa está quase acabando, mas o assunto vuvuzela continua em alta. Enquanto alguns ainda curtem o ruído mais característico do Mundial da África do Sul, outros investigam uma forma de calar essas cornetas! Não sei como será no Brasil, mas o time do Borussia Dortmund, da Alemanha, colocou cartazes proibindo a entrada da corneta em seu estádio.
Para quem gosta do som das vuvuzelas, o site vuvuzela-time.co.uk coloca as barulhentas cornetas como som de fundo de sua navegação na internet. Basta copiar o endereço, retirar o http://, apertar enter e preparar os ouvidos. Tente com o Blog do Curioso: www.guiadoscuriosos.com.br/blog .
Outro que investiu no barulho foi o Youtube. Há cerca de duas semanas, o site lançou o “botão vuvuzela”. Agora, qualquer vídeo pode ser assistido em meio ao som das cornetas da Copa. Serve bem para os vídeos do horário eleitoral, não acha?
Na contramão, o programa Devuvuzelator foi lançado pela Stardock, em parceria com a Universidade de Londres, para aliviar os ouvidos irritados. O programa elimina as frequências de ondas sonoras do barulho das vuvuzelas. A ferramenta é gratuita, mas está disponível somente para computadores que usam Windows.
Se você usa outro sistema operacional e também não aguenta mais as vuvuzelas, calma! Também tem solução para o seu caso: elimine as cornetas da TV. A revista Superinteressante publicou uma dica para fazer isso. Basta ir até o equalizador gráfico, recurso presente em muitos aparelhos fabricados nos últimos três anos, e diminuir a frequência de 300 Hz.

Web Stories

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A volta dos Botões Brianezi

A volta dos Botões Brianezi

Desde o final de 2020,  o empresário Alexandre Badolato passou a ser chamado de "Alexandre da Brianezi". Depois de 20 anos fora do mercado, a Botões Brianezi voltou a existir por causa de um acordo feito entre ele e Lúcio Brianezi, herdeiro da marca. Paulo Brianezi,...

2 Comentários

2 Comentários

  1. Antonio Mier

    Para o bem geral de nossos ouvidos, a aposentadoria delas seria a melhor coisa.
    Aposto que vai ter gente – vindo da África – que vai ficar um bom tempo com esse som na cabeça. Vão levar um certo tempo para se acostumarem novamente com o silêncio.

    Responder
  2. Antonio Mier

    Para o bem geral de nossos ouvidos, a aposentadoria delas seria a melhor coisa.
    Aposto que vai ter gente – vindo da África – que vai ficar um bom tempo com esse som na cabeça. Vão levar um certo tempo para se acostumarem novamente com o silêncio.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
Os 100 anos dos ursinhos da Haribo Qual é a origem do Creme Nivea? Você conhece o axolote, o “monstro aquático”? As pioneiras da ficção Científica