Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

River e Boca fazem clássico em Sergipe

4 de março de 2013

Na próxima quarta-feira, 6 de março, River Plate e Boca Júnior se enfrentam pela primeira vez. Pela primeira vez, melhor explicado, no Campeonato Sergipano. Os dois times do interior de Sergipe preservam tanto o nome quanto as cores dos escudos e uniformes das equipes argentinas. O Boca Junior (assim mesmo, no singular, e não no plural como o Boca Juniors original) jogará em casa. O estádio Governador Augusto Franco, apelidado de “Francão”, na cidade de Estância, a 68 km da capital, fará o papel de La Bombonera. O estádio tem capacidade para 8.000 pessoas.

Foi o fanatismo pelo futebol da Argentina que levou o paulista – e corintiano! – Gilson Miguel dos Santos a fundar, no dia de Natal de 1993, o Boca Júnior Futebol Clube. A paixão é platônica: ele, que tem um filho chamado Riquelme (em homenagem ao craque argentino), nunca foi a Buenos Aires. “Já me convidaram algumas vezes, mas quero ir preparado para fazer negócios”, sonha alto. Gilson tem planos de um dia firmar uma parceria com o Boca Juniors original.
A curiosa iniciativa dos fundadores do Boca Júnior inspirou um time sergipano a mudar de nome. Em 2007, o São Cristóvão virou Sociedade Esportiva River Plate. Apelidada de Leão Sergipano, a equipe de Carmópolis, cidade que fica a 47 quilômetros da capital Aracaju, foi fundada em 1967. Foi o músico Beto Caju, eleito presidente do time em 2007, que teve a ideia de mudar o nome. A história do River, no entanto, é menos romântica do que a do Boca. Não foi o amor pelo futebol argentino que levou Caju a batizá-lo de River Plate, mas a expectativa de que, com a homenagem, o primo argentino ajudasse a equipe com equipamento e troca de profissionais. Essa parceria, no entanto, não rolou. O máximo que o time consegue é uma divulgação esporádica na mídia argentina, mediada por uma rádio de Goiás.
A expectativa é grande no Estado, mais pelo nome do jogo do que pela rivalidade entre as equipes. “Não encaramos o Boca Júnior como um grande rival, como fazemos com o Sergipe, por exemplo, que já tem uma história com o clube”, confessa Ernando Rodrigues, atual presidente do River Plate sergipano. “Para a nossa equipe, é apenas mais uma partida “. O favorito do primeiro confronto é o River, que vem experimentando uma ótima fase no futebol nacional (participou das duas últimas edições da Copa do Brasil e conquistou o Campeonato Sergipano em 2010 e em 2011). “Pela diferença estrutural entre as equipes, acredito na nossa vitória”, completa Ernando. Uma curiosa ironia: foi justamente nesses anos a pior fase dos últimos tempos do hermano argentino River Plate, que caiu para a segunda divisão do Campeonato Argentino.
Atualização: o jogo terminou empatado em 0 x 0 e teve um público pagante de 149 torcedores. Mais umas mil e poucas pessoas entraram de graça porque o Boca distribuiu ingressos de cortesia.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A volta dos Botões Brianezi

A volta dos Botões Brianezi

Desde o final de 2020,  o empresário Alexandre Badolato passou a ser chamado de "Alexandre da Brianezi". Depois de 20 anos fora do mercado, a Botões Brianezi voltou a existir por causa de um acordo feito entre ele e Lúcio Brianezi, herdeiro da marca. Paulo Brianezi,...

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

Os Jogos Paraolímpicos de Tóquio começam na próxima terça-feira, dia 24. Marcus Aurélio Carvalho, diretor e apresentador da Rádio ONCB, emissora web da Organização Nacional de Cegos do Brasil, explica como será a cobertura diferenciada do evento. Marcus fala também de...

O autor de 150 hinos de times de futebol

O autor de 150 hinos de times de futebol

O compositor paulista Carlos Santorelli tem mais de 2 mil músicas gravadas. Em 1997, ele lançou um CD com hinos para os principais times do Rio Grande do Norte compostos por ele. Depois, em 2011, veio outro, desta vez com times paraibanos. Mas foi a partir de 2017 que...

1 Comentários

1 Comentário

  1. ens

    este jogo terminou em 0x0 puplico pagantes 345 pagantes e não pagantes 87

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This