Por mais incrível que pareça, o termo é invenção britânica. Em outubro de 1863, quando o futebol começava a se popularizar, os líderes de 12 times de clubes locais se encontraram na taverna Freemasons’, em Londres, para estabelecer um código de regras para o jogo. Assim se formou a Football Association, entidade de controle do futebol na Inglaterra. Oito anos depois, em outra reunião do grupo, foi inventada uma versão do jogo mais tolerante ao uso das mãos, batizada de Rugby Football. Para facilitar a diferenciação entre as duas variantes, os membros da associação acabaram encurtando seus nomes. Rugby Football virou “rugger” e Football Association virou “soccer”. Quando o futebol chegou aos Estados Unidos, no início do século 20, o apelidou “soccer” pegou na hora. Era a melhor forma de diferenciar o Football Association do Rubgy Football e do Futebol Americano, esporte que surgiu da mistura das duas modalidades. Na Inglaterra, o termo “soccer” caiu em desuso depois da Segunda Guerra Mundial.