O troféu da Copa das Confederações foi confeccionado em 1997, quando a FIFA se apoderou da competição. O design, assinado pelo suíço Fritz Jucker Zurich, é inspirado no troféu da Copa do Mundo. Em 2012, a base do troféu foi ligeiramente modificada (agora, ela é mais arredondada do que originalmente).
COPA DAS CONFEDERAÇÕES
O objeto é feito de bronze maciço, banhado a ouro. Para a base, o designer usou uma pedra ornamental lápis-lazúli, adornada com detalhes em madeira. Com uma base de 16 centímetros de diâmetro, o troféu mede 40 centímetros de altura e pesa 8,6 quilos. Apesar de ser mais baixinho do que o troféu da Copa do Mundo, que mede 50 centímetros de altura, o troféu da Copa das Confederações é 65% mais pesado do que o da Copa do Mundo, que tem apenas 5,2 quilos.
Na base do troféu, há o desenho de seis medalhões. Cada um deles corresponde a uma das Confederações representadas no torneio (Conmebol, Uefa, Concacaf, AFC, OFC, CAF). No topo, destaca-se um globo que representa o caráter mundial da competição.
Além do troféu, o vencedor da Copa das Confederações 2013 levará uma bolada de 4,1 milhões de dólares. O medalha de prata ficará com 3,6 milhões de dólares, o terceiro colocado com 3 milhões e o quarto com 2,5 milhões de dólares. Não pense que o restante das equipes sairão de mãos abanando. Cada time eliminado levará o prêmio de consolação de 1,7 milhões de dólares. Os valores dos prêmios deste ano são 14% mais altos do que os da última edição do torneio, em 2009.