Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

O dia em que Sócrates vestiu a camisa verde e branca

4 de dezembro de 2011

Jogávamos bola numa rua sem saída. Um belo dia, resolvemos criar um time, que foi batizado de Teodoro Sampaio Esporte Clube.  Teodoro Sampaio é o nome de uma das principais ruas do bairro de Pinheiros, em São Paulo, onde todos morávamos. Fizemos uma rifa para comprar as camisas.  O time ficou alviverde porque o presidente do time, Paulo Tadeu, era palmeirense. Decidimos criar um jornalzinho, batizado de “Boletim Esportivo Mensal”. O número 1 saiu no dia 26 de novembro de 1977. Tinha uma única página  mimeografada. O jornalzinho foi crescendo de tamanho e as reportagens passaram até a incluir entrevistas com jogadores, à base de muita persistência. Em 1979, fizemos uma votação entre os leitores para escolher o melhor jogador do Campeonato Paulista. Ganhou o corintiano Sócrates. Entramos com um pedido na Federação Paulista de Futebol e – algo imaginável nos dias de hoje – recebemos credenciais para entrar em campo em 27 de janeiro de 1980, data da primeira partida da semifinal entre Corinthians e Palmeiras.  Escoltados por um fiscal, entregamos um troféu com não mais de 15 centímetros a Sócrates. Um troféu baratinho, que havia sido comprado na loja Sport Spada, também na Teodoro Sampaio. A emoção do fotógrafo que nos acompanhou foi tão grande que o único registro que ficou daquele dia é esta foto.

A foto saiu impublicável. Nós nem sonhávamos ainda com câmeras digitais naquele tempo. Só fomos ver a tragédia quando revelamos o filme Kodak de 24 poses. O que fazer? Alguns dias depois, fomos até o Parque São Jorge levando uma camisa do TSEC.  E, atencioso como sempre, Sócrates – algo também inimaginável nos dias de hoje – vestiu a camisa verde e branca para uma foto que ilustrou as páginas – agora xerocadas – do nosso jornalzinho.

E não demos trégua ao “Doutor”. Descobrimos que ele morava num prédio da Rua João Moura, também travessa da Teodoro Sampaio. Fomos a pé até lá. O porteiro disse que ele tinha saído a pé. Ficamos de plantão na porta. Meia hora depois, Sócrates apareceu com duas garrafas de cerveja nas mãos. Pedimos a entrevista e ele nos atendeu no salão de festas do prédio. Atendeu dois meninos de 15 anos como se fôssemos profissionais da imprensa.
O Boletim Esportivo Mensal foi a sementinha do meu desejo de ser jornalista esportivo. Comecei a mandar cartas e mais cartas para a redação da revista Placar. Era lá que eu queria trabalhar. Meu primeiro texto na revista – uma ficção sobre um jogo entre celebridades nacionais e estrangeiras –  foi publicado em 6 de janeiro de 1984. A edição especial de fim-de-ano tinha Sócrates na capa e mais Hortência (basquete), William e Isabel (vôlei). Eu seria contratado pela Placar três meses depois.
Obrigado, Sócrates, por tornar realidade um sonho de menino! Descanse em paz!

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

Os Jogos Paraolímpicos de Tóquio começam na próxima terça-feira, dia 24. Marcus Aurélio Carvalho, diretor e apresentador da Rádio ONCB, emissora web da Organização Nacional de Cegos do Brasil, explica como será a cobertura diferenciada do evento. Marcus fala também de...

O autor de 150 hinos de times de futebol

O autor de 150 hinos de times de futebol

O compositor paulista Carlos Santorelli tem mais de 2 mil músicas gravadas. Em 1997, ele lançou um CD com hinos para os principais times do Rio Grande do Norte compostos por ele. Depois, em 2011, veio outro, desta vez com times paraibanos. Mas foi a partir de 2017 que...

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Em novembro de 1996, o pugilista Evander Holyfield, pentacampeão mundial dos pesos-pesados, desafiou Mike Tyson pelo título da Associação Mundial de Boxe. Holyfield venceu de forma surpreendente ao realizar a proeza de nocautear Tyson no 11º round. Em junho do ano...

12 Comentários

12 Comentários

  1. Cassio Silva

    Grande Marcelo. Lembro bem de voces na R.Virgiliode Carvalho Pinto jogando bola, eu era vizinho (aptos 3 e 4) do Paulo Tadeu e recordo uma passagem, numa manhã de domingo eu entrei na brincadeira de voces e, disputando uma bola pelo alto, cai de mau jeito e fraturei o joelho (fevereiro de 79), fiquei uns bons meses de molho. Continuo me relacionando com o Paulo Tadeu e familia até hoje, voce,sou fã incondicional do “Loucos por futebol”. Um grande abraço e muito sucesso.

    Responder
  2. Cassio Silva

    Grande Marcelo. Lembro bem de voces na R.Virgiliode Carvalho Pinto jogando bola, eu era vizinho (aptos 3 e 4) do Paulo Tadeu e recordo uma passagem, numa manhã de domingo eu entrei na brincadeira de voces e, disputando uma bola pelo alto, cai de mau jeito e fraturei o joelho (fevereiro de 79), fiquei uns bons meses de molho. Continuo me relacionando com o Paulo Tadeu e familia até hoje, voce,sou fã incondicional do “Loucos por futebol”. Um grande abraço e muito sucesso.

    Responder
  3. Domingos

    Belissimo texto, o “Doutor” só semeou bondade !

    Responder
  4. Domingos

    Belissimo texto, o “Doutor” só semeou bondade !

    Responder
  5. Achel Tinoco

    Engraçado. Parece que só agora, depois de morto, se descobriu, que além de jogador, Sócrates era também um ser pensante, inteligente e político. Bem diferente da maioria desses bugres de hoje do futebol brasileiro.

    Responder
  6. Achel Tinoco

    Engraçado. Parece que só agora, depois de morto, se descobriu, que além de jogador, Sócrates era também um ser pensante, inteligente e político. Bem diferente da maioria desses bugres de hoje do futebol brasileiro.

    Responder
  7. Miriam Hirai

    Fiquei mto emocionada ouvindo essa historia na radio. Parabens!

    Responder
  8. Miriam Hirai

    Fiquei mto emocionada ouvindo essa historia na radio. Parabens!

    Responder
  9. Felipe

    Olá Marcelo!
    Escutei hoje pela manhã na Band News e fiquei curioso em ver as duas fotos que o Sócrates tirou com a camisa do Teodoro Sampaio, a que não deu certo e a que ele tirou depois. Sou São Paulino e tenho 29 anos e não vi Sócrates jogar. Apenas o irmão Raí, que foi um dos responsáveis por eu ter me tornado São Paulino, já que em 92, eu tinha dez anos e vi aquele timaço do São Paulo ganhar tudo o que disputou.
    Parabéns pela sua coluna diária. Sou muito fã mesmo.
    Grande abraço!

    Responder
  10. Felipe

    Olá Marcelo!
    Escutei hoje pela manhã na Band News e fiquei curioso em ver as duas fotos que o Sócrates tirou com a camisa do Teodoro Sampaio, a que não deu certo e a que ele tirou depois. Sou São Paulino e tenho 29 anos e não vi Sócrates jogar. Apenas o irmão Raí, que foi um dos responsáveis por eu ter me tornado São Paulino, já que em 92, eu tinha dez anos e vi aquele timaço do São Paulo ganhar tudo o que disputou.
    Parabéns pela sua coluna diária. Sou muito fã mesmo.
    Grande abraço!

    Responder
  11. Luiz

    Interessante. Ano passado eu mandei por correio uma carta ao irmão do Socrates: Raí e enviei duas camisetas do SP para ele autografar. O Raí autografou as duas e me mandou de volta! Pelo visto A humildade vem de familia!

    Responder
  12. Luiz

    Interessante. Ano passado eu mandei por correio uma carta ao irmão do Socrates: Raí e enviei duas camisetas do SP para ele autografar. O Raí autografou as duas e me mandou de volta! Pelo visto A humildade vem de familia!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This