Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Metropol: o time dos mineiros de Santa Catarina

22 de outubro de 2010

O resgate dos 33 mineiros no Chile continua no noticiário. Muitos deles se mostraram loucos por futebol, a ponto de saírem do buraco com camisas de times e seleções. Um deles, Franklin Lobos, foi volante da Seleção Chilena, em 1984. Essa história me fez lembrar do Metropol, time de futebol que entrou para a história em Criciúma (SC). A equipe surgiu em 1945 com o nome de Divisão Recreativa dos Funcionários da Metropolitana, uma mina de carvão mineral da cidade, à época com 50 mil habitantes. Os atletas do time eram os próprios mineiros da carbonífera, que tinham 5 cruzeiros descontados de seu salário todo mês para ajudar nas despesas do time. Os patrocinadores eram o açougueiro Miguel Napoli e um amigo dele, Airton Guide.

 

Memória Esportiva de SC: Você sabia que o Metropol, de Criciúma ...

 

As cores do time eram verde e branco. Na foto, os jogadores posam depois de conquistar o tricampeonato Catarinense, em 1962

Mas os momentos de descontração em campo não eram suficientes para contentar os mineiros. Em 1959, as más condições de trabalho e a baixa remuneração fizeram com que os trabalhadores da Metropolitana iniciassem uma greve, que durou cerca de 30 dias. Para acabar com a greve, a empresa resolveu apelar para o futebol. O elenco foi reforçado com jogadores profissionais do Rio de Janeiro e de outros Estados do Sul do país. O Metropol se transformou numa equipe profissional. A tática funcionou. A greve foi deixada de lado. A alegria dos mineradores com o time, no entanto, virou motivo de protesto das torcidas rivais. Diziam que os funcionários tinham agido como carneirinhos – animal que acabaria se tornando mascote do time:


Cada mineradora tinha seu time, mas nenhum era tão forte e popular quanto o Metropol. A equipe jogou até na Europa, em maio de 1962, em uma excursão que passou por Espanha, Dinamarca, Romênia e Alemanha Ocidental. De 23 partidas, 13 terminaram com vitória da equipe brasileira. Outras 6 acabaram em empate. Foram só 4 derrotas.
O Metropol também foi um papão em Santa Catarina. Conquistou a Chave Sul da Taça Brasil duas vezes, em 1964 e 1968. Foi campeão do Campeonato Catarinense cinco vezes: 1960, 1961, 1962, 1967 e 1969 – ano em que fechou seu departamento de futebol profissional, depois de se achar prejudicado num confronto contra o Botafogo (RJ). O Metropol existe até hoje, mas novamente como equipe amadora da região de Criciúma.
Essas e outras curiosidades sobre a história do Metropol podem ser vistas em um documentário dividido em quatro partes, que disponível no Youtube. Lançado em 2001, “Metropol, a mina do futebol” foi produzido pelo jornalista, roteirista e cineasta Zé da Silva, que atualmente escreve o “Malhação”, da Rede Globo.




Você vai saber mais dessa história no “Loucos por Futebol”, da ESPN-Brasil, no próximo sábado. Não perca!

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

Os Jogos Paraolímpicos de Tóquio começam na próxima terça-feira, dia 24. Marcus Aurélio Carvalho, diretor e apresentador da Rádio ONCB, emissora web da Organização Nacional de Cegos do Brasil, explica como será a cobertura diferenciada do evento. Marcus fala também de...

O autor de 150 hinos de times de futebol

O autor de 150 hinos de times de futebol

O compositor paulista Carlos Santorelli tem mais de 2 mil músicas gravadas. Em 1997, ele lançou um CD com hinos para os principais times do Rio Grande do Norte compostos por ele. Depois, em 2011, veio outro, desta vez com times paraibanos. Mas foi a partir de 2017 que...

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Em novembro de 1996, o pugilista Evander Holyfield, pentacampeão mundial dos pesos-pesados, desafiou Mike Tyson pelo título da Associação Mundial de Boxe. Holyfield venceu de forma surpreendente ao realizar a proeza de nocautear Tyson no 11º round. Em junho do ano...

22 Comentários

22 Comentários

  1. cezar roberto da silva

    excelente documentario sobre este time que eu vi jogar em 67 contra o meu agua verde campeão deste ano , aproveito pra saber se tem alguma coisa do agua verde programado

    Responder
  2. cezar roberto da silva

    excelente documentario sobre este time que eu vi jogar em 67 contra o meu agua verde campeão deste ano , aproveito pra saber se tem alguma coisa do agua verde programado

    Responder
  3. carlos augusto soratto

    Após o desfecho da taça Brasil 1968, o que fizeram com o Metropol EC, a sujeira, o roubo por ser um time de SC.Foi feito pela torcida metropolitana da cidade de Criciuma uma reza braba que á partir dessa data o Botafogo deixaria de ganhar qualquer titulo nacional e internacional, por 50 anos.E ainda assim teria que vir a Criciuma pedir desculpa ao povo pela desconsideração..Eles sabiam que o Metropolnão ia chegar a tempo para o jogo,mesmo assim o botafogo entrou em campo e ganhou por WO.Por isso eles passarão a não ganhar mais nada a partir de 1968.E esta se confirmnaod o que foi feito.

    Responder
  4. carlos augusto soratto

    Após o desfecho da taça Brasil 1968, o que fizeram com o Metropol EC, a sujeira, o roubo por ser um time de SC.Foi feito pela torcida metropolitana da cidade de Criciuma uma reza braba que á partir dessa data o Botafogo deixaria de ganhar qualquer titulo nacional e internacional, por 50 anos.E ainda assim teria que vir a Criciuma pedir desculpa ao povo pela desconsideração..Eles sabiam que o Metropolnão ia chegar a tempo para o jogo,mesmo assim o botafogo entrou em campo e ganhou por WO.Por isso eles passarão a não ganhar mais nada a partir de 1968.E esta se confirmnaod o que foi feito.

    Responder
  5. carlos augusto soratto

    O Botafogo é o carrasco que todo criciumense e a CBD vão passar a ter sempre um fim terrivel.Eles não deviam ter entrado em campo.Sabiam que o metropol não chegaria a tempo,mesmo assim entraram e ganharam por WO. Isso vai até 2018 sem ganhar nada.

    Responder
  6. carlos augusto soratto

    O Botafogo é o carrasco que todo criciumense e a CBD vão passar a ter sempre um fim terrivel.Eles não deviam ter entrado em campo.Sabiam que o metropol não chegaria a tempo,mesmo assim entraram e ganharam por WO. Isso vai até 2018 sem ganhar nada.

    Responder
  7. marcos pereira da rocha

    tenho um tio avo que jogou neste time e foi ate para fora com esta no comentario de voces o nome do meu avo era manuel da rocha e queria muito ver uma foto deste irmao dele que tanto falava mais nao deu tempo de me mostra porque ele nao tinha foto meu vo faleseu a dois meses senpre falo para meus amigos com o treinador da seleçao brasileira de futisal marcos o pipoca e tabem vinisios do futisal

    Responder
  8. marcos pereira da rocha

    tenho um tio avo que jogou neste time e foi ate para fora com esta no comentario de voces o nome do meu avo era manuel da rocha e queria muito ver uma foto deste irmao dele que tanto falava mais nao deu tempo de me mostra porque ele nao tinha foto meu vo faleseu a dois meses senpre falo para meus amigos com o treinador da seleçao brasileira de futisal marcos o pipoca e tabem vinisios do futisal

    Responder
  9. Sônia

    Muito emocionante,rever tudo isso, para quem viveu este tempo…..Metropol, fazia alegria de familias inteiras que iam ao estádio naquela epoca..para ver seu time jogar. Tempo este que não era comum a presença de mulheres aos estádios e lá não só mulheres como crianças frequentavam , juntamente com seus esposos.

    Responder
  10. Sônia

    Muito emocionante,rever tudo isso, para quem viveu este tempo…..Metropol, fazia alegria de familias inteiras que iam ao estádio naquela epoca..para ver seu time jogar. Tempo este que não era comum a presença de mulheres aos estádios e lá não só mulheres como crianças frequentavam , juntamente com seus esposos.

    Responder
  11. Carlos Roberto Bertoncini

    Eu e minha família moramos no Bairro Metropol de 1960 a 1969, justamente na década brilhante do Esporte clube Metropol. Vendo essas reportagens, ficou muito emocionado, pois convivi com cada fato contado. Eu era guri, colecionava figurinhas, assistia os treinos, jogos, escutava um famoso programa de esportes na Rádio Eldorado, com Clésio Búrigo e Miliolli Neto. Conhecia os jogadores e suas famílias que morava lá. Volta e meia, pego o livro de Zé da Silva “Histórias que a Bola Esqueceu” e releio. Foi realmente um grande orgulho pra todos, e uma pena que acabou!

    Responder
  12. Carlos Roberto Bertoncini

    Eu e minha família moramos no Bairro Metropol de 1960 a 1969, justamente na década brilhante do Esporte clube Metropol. Vendo essas reportagens, ficou muito emocionado, pois convivi com cada fato contado. Eu era guri, colecionava figurinhas, assistia os treinos, jogos, escutava um famoso programa de esportes na Rádio Eldorado, com Clésio Búrigo e Miliolli Neto. Conhecia os jogadores e suas famílias que morava lá. Volta e meia, pego o livro de Zé da Silva “Histórias que a Bola Esqueceu” e releio. Foi realmente um grande orgulho pra todos, e uma pena que acabou!

    Responder
  13. Geraldo Manoel soares

    Marcio era natural de Tubarão e saiu do juvenil do Hercílio Luz para jogar no Metropol. Portanto não era mineiro.

    Responder
  14. Geraldo Manoel soares

    Marcio era natural de Tubarão e saiu do juvenil do Hercílio Luz para jogar no Metropol. Portanto não era mineiro.

    Responder
  15. Carlos tricolor

    Grande Metropol, enfrentava o meu Grêmio de igual para igual numa época em que o Grêmio foi campeão gaúcho 12x em 13 anos e vice da Taça Brasil
    perdendo no detalhe, em grandes confrontos, com o imbatível Santos FC de
    Pelé e Cia. Estou com 59 anos e esse nome METROPOL ainda retumba na minha mente e porque não dizer no meu coração.
    Que bom se pudesse voltar a elite do futebol brasileiro e jogar aqui na
    Arena do Grêmio, ficaria difícil torcer contra

    Responder
  16. Carlos tricolor

    Grande Metropol, enfrentava o meu Grêmio de igual para igual numa época em que o Grêmio foi campeão gaúcho 12x em 13 anos e vice da Taça Brasil
    perdendo no detalhe, em grandes confrontos, com o imbatível Santos FC de
    Pelé e Cia. Estou com 59 anos e esse nome METROPOL ainda retumba na minha mente e porque não dizer no meu coração.
    Que bom se pudesse voltar a elite do futebol brasileiro e jogar aqui na
    Arena do Grêmio, ficaria difícil torcer contra

    Responder
  17. fernando

    olha meu vo foi treinador do metropol possuo carteiras de jogadores da epoca em minha casa quero saber se tem algum valor

    Responder
  18. fernando

    olha meu vo foi treinador do metropol possuo carteiras de jogadores da epoca em minha casa quero saber se tem algum valor

    Responder
  19. Dejair

    Fernando: Estou reunindo material sobre o Metropol e se você quiser vender o que tiver, pagaria o valor devido por ele.

    Responder
  20. Dejair

    Fernando: Estou reunindo material sobre o Metropol e se você quiser vender o que tiver, pagaria o valor devido por ele.

    Responder
  21. neni

    Carbone é cria do são paulo, foi para o metropol e depois para o inter. Consagrado foi para o botafogo e disputou a copa de 1974.

    Responder
  22. neni

    Carbone é cria do são paulo, foi para o metropol e depois para o inter. Consagrado foi para o botafogo e disputou a copa de 1974.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This