Desde o final de 2020,  o empresário Alexandre Badolato passou a ser chamado de “Alexandre da Brianezi”. Depois de 20 anos fora do mercado, a Botões Brianezi voltou a existir por causa de um acordo feito entre ele e Lúcio Brianezi, herdeiro da marca. Paulo Brianezi, pai de Lúcio, começou a fabricar times de futebol de mesa e basquete de mesa nos fundos de uma loja, no bairro do Belenzinho, na década de 1960. A nova fase da Brianezi começou apenas com seleções nacionais. Agora começam a ser lançados times também.