O que significa o nome da marca japonesa Asics? A história começou em 1º de setembro de 1949. Kihachiro Onitsuka, um ex-oficial do exército japonês, fundou uma empresa de calçados esportivos com o seu sobrenome. Onitsuka produzia no início tênis para basquete na apertada sala de sua casa, na cidade portuária de Kobe. Sua intenção, dizia, era devolver a autoestima ao povo japonês assolado pela guerra por meio do esporte. Os primeiros tênis, lançados em 1950, tinham o desenho do rosto de um tigre. Por isso eram conhecidos como Onitsuka Tiger. A empresa continuou fazendo tênis considerados revolucionários para diferentes modalidades.

Em 1957, o corredor etíope Abebe Bikila, que tinha costume de competir descalço, começou a usar os tênis Onitsuka Tiger e trouxe bastante visibilidade para a jovem marca japonesa. No começo dos anos de 1970, cerca de 70% dos maiores corredores mundiais usavam Tiger.

Em 21 de julho de 1977, a empresa se fundiu com duas empresas de material e vestuário esportivos, a GTO e a Jelenk, e mais sete fábricas de costura para constituir a Asics Corporation. O nome Asics veio do texto “Sátira X”, do poeta Junius Juvenal, no século I, sobre o que as pessoas deveriam desejar na vida. Ele começa com a seguinte resposta em latim: “Orandum est ut sit mens sana in corpore sano” (em português,  “Deve-se pedir em oração que a mente seja sã num corpo são”).  A expressão “Mens Sana In Corpore Sano” ganhou uma versão como “Anima Sana In Corpore Sano”. “Anima” significa “alma”.  As iniciais de “Anima Sana In Corpore Sano” formam o nome Asics.

No Brasil, costuma-se usar a pronúncia adotada nos Estados Unidos (eisiques), diferente da japonesa (azikusu).