Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

O Brasil no Pan

24 de abril de 2019

1951
O destaque na estreia dos Jogos Pan-Americanos foi o atletismo, que conquistou nove medalhas (um ouro, três prata e cinco bronze).

1955
Adhemar Ferreira da Silva brilhou no salto triplo ao conquistar a melhor marca da sua carreira (16m56) e a medalha de ouro na categoria.

1959
O vôlei abocanha suas primeiras medalhas na competição: ouro no masculino e prata no feminino.

1963
O futebol brasileiro leva o lugar mais alto do pódio.

1967
É a vez da esgrima se destacar com Artur Telles levando ouro na categoria individual e prata na por equipes.

1971
O basquete feminino e o masculino conseguem uma dobradinha histórica no lugar mais alto do pódio.

1975
Com um recorde mundial (17m89), João do Pulo ganha o ouro no salto triplo.

1979
Graças a Djan Madruga, a natação destaca-se com seis medalhas (três pratas e três bronzes).

1983
O segundo ouro do vôlei masculino nos jogos é conquistado pela equipe de William e Xandó.

1987
O basquete masculino, com o ?Mão Santa? Oscar, tira o ouro dos Estados Unidos.

1991
Agora é a vez do basquete feminino desbancar Cuba em sua própria casa. Destaque para a dupla Hortência e Paula.

1995
Robert Scheidt conquista o primeiro ouro brasileiro no iatismo.

1999
Fernando Scherer torna-se o primeiro brasileiro a subir quatro vezes ao topo do pódio em uma única edição do Pan.

2003
Foi o ano das medalhas inéditas. A saltadora Juliana Veloso, o atirador Rodrigo Bastos e a ginasta Tayanne Mantovaneli conquistam as primeiras medalhas brasileiras em salto ornamental, fossa olímpica do tiro e ginástica rítmica individual.

2015
Thiago Pereira, nadador brasileiro do Rio de Janeiro, torna-se o maior medalhista  pan-americano da história com 23 medalhas.  

 

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A volta dos Botões Brianezi

A volta dos Botões Brianezi

Desde o final de 2020,  o empresário Alexandre Badolato passou a ser chamado de "Alexandre da Brianezi". Depois de 20 anos fora do mercado, a Botões Brianezi voltou a existir por causa de um acordo feito entre ele e Lúcio Brianezi, herdeiro da marca. Paulo Brianezi,...

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

Os Jogos Paraolímpicos de Tóquio começam na próxima terça-feira, dia 24. Marcus Aurélio Carvalho, diretor e apresentador da Rádio ONCB, emissora web da Organização Nacional de Cegos do Brasil, explica como será a cobertura diferenciada do evento. Marcus fala também de...

O autor de 150 hinos de times de futebol

O autor de 150 hinos de times de futebol

O compositor paulista Carlos Santorelli tem mais de 2 mil músicas gravadas. Em 1997, ele lançou um CD com hinos para os principais times do Rio Grande do Norte compostos por ele. Depois, em 2011, veio outro, desta vez com times paraibanos. Mas foi a partir de 2017 que...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This