Há quem diga que se trata de uma tradição inspirada na decoração das casas de ópera italianas, que eram principalmente vermelhas e douradas. Quando os teatros substituíram as óperas, a cor vermelha teria sido mantida. Mas a versão mais aceita é que o vermelho é a primeira cor que o olho humano perde de vista em condições de pouca luz. Isso garante que os espectadores se concentrarão totalmente na experiência cinematográfica.