O técnico Dunga resolveu fritar o Pato (capa de uma revista chinesa sobre futebol). Só que, em Pequim, o melhor que se tem a fazer é comer o pato… assado.

Eles são vendidos em qualquer supermercado e até, como mostrei num post lá atrás, em bomboniéres de cinema. São de diferentes tamanhos e podem vir em sacolas chiques para presente. A mais comum é esta embalagem com alça, fácil de transportar.

O mais concorrido restaurante de pato em Pequim é o Da Dong. Reservar é imprescindível, pois a casa vive lotada. A primeira atração é o cardápio, que tem capa dura e 106 páginas. Em cada uma delas, uma belíssima fotografia e a descrição do prato. O Da Dong tem todo tipo de prato.

Mas todas as mesas ao meu redor estavam se entretendo com o pato. Tanto que ele tem um cardápio à parte, junto com outras iguarias de bastante fama na China, casos do pepino do mar e da sopa de barbatana de tubarão.

Um pato para três pessoas custa 198 yuans (R$ 49,50). Mas, por 218 yuans (R$ 54,50), o cliente pode entrar na cozinha e escolher o pato que deseja comer. Os patos ficam pendurados em ganchos, dentro do forno, com bico e tudo. Demorei um pouco para escolher o meu. Só aceitei o terceiro pato que foi apresentado. Só que ele voltou para o forno para a aquecida final. Como saber se o “meu” é que seria servido? Patos assados são tão parecidos!

Depois de 10 minutos, o pato chega à mesa. Ele é cortado em fatis bem finas. Vem junto com pão, panquequinhas e acompanhamentos. O processo de montagem fica por conta de cada um. A sugestão é que se comece com um pedacinho da pele crocante do pato mergulhado no açúcar, um dos acompanhamentos. A carne do pato e os acompanhamentos devem ser colocados no pão ou na panqueca e depois enrolados, como um wrap.


Incluso no preço, o Da Dong serve ainda sobremesa: caqui congelado com creme e, para finalizar, um prato com pedacinhos de melancia, uvas e melão (o gelo seco no compartimento de baixo deixa as frutas fumegantes).

No final das contas, dois patos para cinco pessoas, com acompanhamentos, bebidas e sobremesas ficou 120 yuans (R$ 30) por cabeça. Assim fica fácil. Todos pagaram o pato e ninguém reclamou.