Por que o vinho Sangue de Boi tem esse nome? Será que tem sangue de boi no vinho? O Sangue de Boi tem uma história bastante curiosa. Ele foi batizado assim por causa de uma lenda húngara de 1552. Foi durante o cerco de invasores otomanos ao Castelo de Eger, no norte do país.

O cerco já durava cinco semanas e tudo dava a entender que os 2.000 soldados húngaros não resistiriam ao exército adversário quarenta vezes maior. Para motivar seus homens, responsáveis por defender o castelo, o capitão da tropa mandou servir um grande banquete, com muita comida e tambémmuito vinho. A tática funcionou e os húngaros partiram para o contra-ataque. Os otomanos viram a determinação e a fúria dos húngaros, que estavam com as barbas e os uniformes manchados de vermelho, por causa do vinho. Mas espalhou-se um boato de que os húngaros teriam tomado sangue de touro, que passou a correr em suas veias. E fugiram com medo.

Por que chamamos essa história de lenda? É que não havia plantações de uvas tintas na Hungria naquela época. Mas o caso acabou por batizar um dos mais famosos vinhos tintos da Hungria: o Egri Bikáver [ou Sangue de Touro de Eger], lançado em 1870.

O vinho chegou ao em garrafões de cinco litros pelas mãos da Adega Suisso-Brasileira na década de 1950. A marca foi comprada pela Vinícola Aurora na década seguinte.