CONTINÊNCIAA saudação militar nasceu nos tempos medievais. Os cavaleiros costumavam se apresentar ao Rei antes das batalhas. Sua Majestade queria ver nos olhos dos soldados “o brilho da confiança e do amor ao Rei”. Como estavam sempre de armadura, os soldados eram obrigados a levantar a viseira que lhe cobriam os olhos. Faziam isso com a mão direita, pois a esquerda conduzia a espada. Desde então, em respeito às autoridades, surgiu o sinal de continência.