Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Minha primeira vez no Procon

11 de novembro de 2008

Procon Jundiaí divulga empresas com mais reclamações em 2017

 

Sou do tipo de consumidor que não gosta de ser passado para trás. Brigo, reclamo, esperneio. Já cansei de mandar cartas para jornais reclamando de empresas que não me respeitaram como cliente. Mas nunca tinha ido ao Procon. Até que, ontem de manhã, resolvi “corrigir essa falha no meu currículo”. Queria fazer uma reclamação do péssimo atendimento prestado pela Sociedade Brasileira de Metais, vulgo Solarlux, que colocou vidros na varanda de meu apartamento. Juntei a papelada e fui para o Poupatempo da Praça da Sé. Chegando lá, segui a sinalização e encontrei com facilidade o Procon. O relógio marcava 10h30 da manhã e o lugar já estava bem cheio. Todos os bancos estavam ocupados e havia bastante gente em pé. Vi três filas à minha frente: atendimento preferencial, retorno e primeiro atendimento. Chegar ao balcão foi rápido. Não levou mais que 5 minutos. Ali, uma moça perguntou qual era o meu problema e, depois de explicado, me entregou uma senha. Foi nesse momento que levei um susto. Em cima do balcão, do lado dela, um painel informava que o tempo de espera para o primeiro atendimento era de 6 horas e meia! Para a fila preferencial, o tempo era de 1 hora e meia. Não imaginei mesmo que o atendimento fosse instantâneo. Mas tinha me programado para passar, no máximo, duas horas lá. Pelas previsões do painel, eu seria atendido apenas às 17h. Pior: eu ainda teria que voltar em dezembro para saber qual foi a resposta da empresa que me prestou o péssimo serviço. Para o retorno, o tempo médio de espera era de 2 horas. Em resumo: você precisa sair de férias para reclamar no Procon! É preciso faltar um dia inteiro no trabalho para exigir que seus direitos sejam respeitados? É por isso que as empresas fazem o que bem entendem com os consumidores. Peguei o meu envelope e fui embora. Vi que outras pessoas fizeram o mesmo. Assim foi a minha primeira vez no Procon. Deve ter sido também a última. Falta respeito com o cidadão.
Ah, sim: o nome do lugar é Poupatempo ou Perda de Tempo?

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Acredite: antivacinas atacam Papai Noel

Acredite: antivacinas atacam Papai Noel

Papai Noel está sendo atacado por ter tomado a vacina contra o Covid-19. A cena aparece no comercial de final de ano da rede de supermercados Tesco, do Reino Unido. No comercial, intitulado "This Christmas, Nothing’s Stopping Us" [Neste Natal, nada vai nos segurar],...

O taxista mais curioso do Brasil

O taxista mais curioso do Brasil

O "É Brasil que Não Acaba Mais" apresenta Mauro Castro, taxista em Porto Alegre há 35 anos. Ele criou o projeto "Taxitramas" em 2003. Começou escrevendo uma coluna para o jornal "Diário Gaúcho". As colunas foram parar em livros a partir de 2006.  Ele acaba de lançar o...

Iceberg machuca visitantes do Museu Titanic

Iceberg machuca visitantes do Museu Titanic

Três visitantes ficaram feridos na noite de 2 de agosto depois que a parede de um iceberg cenográfico despencou em cima deles. O curioso é que o tal iceberg fica num museu temático dedicado ao naufrágio do transatlântico Titanic. O Titanic Museum Attraction fica em...

10 Comentários

10 Comentários

  1. Antonio Mier

    O nome Poupatempo vem a calhar. Quando vc vê o tamanho da encrenca (filas, espera e mais espera) acaba desistindo da empreeitada e vai embora. Poupa o seu tempo…mas vc morre com o prejuízo !!! E o tempo para se fazer um B.O. ? As horas se arrastam e a fila parece que nunca diminui…e olha que são no máximo 3 pessoas que se dispõem a passar agradáveis horas num banco de delegacia esperando sua vez….e isso quando não há grave !!!

    Responder
  2. Sergio

    Além das horas perdidas, os atendentes não tem muita paciência.
    Em compensação, em Bauru/SP, o Poupatempo de lá é muito mais rápido, os atendentes tem boa vontade e são muito prestativos.
    Pena que aqui em São Paulo o atendimento não é do mesmo jeito.

    Responder
  3. Alexandre Mauj Imamu

    Essa eh uma das coisas que NAO guardo saudades do Brasil rs… a burocracia! Me admiro como aqui no Japao tudo eh resolvido rapido e sem enrolacao. Geralmente nao leva mais que dez minutos esse tipo de servico.
    Um dia a gente ainda chega la, quem sabe!
    Melhor sorte da proxima vez, Marcelo!

    Responder
  4. delorme carneiro

    Já passei por uma dessa. Foi com a antiga telemar. Era a campeã em reclamações. Desisti na hora. Quanto tenho um problema desse uso o SAC que a empresa disponibiliza e mando a ver o meu descontentamento. Tem dado certo.

    Responder
  5. Débora

    Marcelo, que absurdo! Como fazemos para reclamar do Procon?! rs! Este site reclameaqui.com.br é realmente muito bom e bem conceituado. Aliás, as empresas respondem com certeza. Até presidente de companhia já se deu ao luxo de responder no site. Boa sorte!

    Responder
  6. Andre

    A única saída é entrar no Procon contra o atendimento do…PROCON!!!

    Responder
  7. Antonio de Padua

    A gente pensa que é cidadão…Passam mel(aço)l na boca da gente e a gente gosta…acha que é verdade…
    Cidadão é aquele que se previne antes de compra…Não compra por impulso, pesquisa…Enfim….comprar é um ato que deveria ser consciente. Consumidor consciente não reclama, ou se tem problema, resolve direto com quem vendeu, porque soube comprar.
    A espera por atendimento é, nada mais nada menos, o nosso comodismo externado…Não fiz direito (a compra), agora vou no lugar tal para resolverem para mim…Para resolverem para mim!
    Olhe o perfil de quem espera o atendimento! É idêntico!!! Muda a roupa, a cara…mas os costumes…
    Bom…uns vão embora do Brasil, outros de São PAulo, mas o DNA brasileiro sempre acompnha a nossa gente…Que tal mudarmos de atitude??? Que tal pensarmos antes de comprar? Que tal desconfiar da linda propaganda (que mexe com os nossos neurônios)???
    Para comprar nunguém pede ajuda, mas para reclamar….Para fazer filho ninguém pede ajuda, mas para criar….Ahhhh INSS!!!
    Acorda Brasil!!!!

    Responder
  8. sandro régis pereira

    pois é, esperar 05 anos na Justiça que é bom…
    06 horas no Procon é péssimo.
    Atender meia duzia de capiras me Bauru é otimo rápido.
    Atender a grande São Paulo inteira é lento e ruim
    então tá bom…
    chutar cachorro morto todo mundo chuta…
    queria ver vergonha na cara de mostar a lentidão na justiça, como juízes trabalham, quanto os funcionários do judiciário trabalham e rendem….

    Responder
  9. Antonio Souto

    Oi Marcelo,
    Fiquei curioso em saber dos seus problemas com a SolarLux, pois estou pesquisando sobre empresas que instalam estes sistemas de fechamento de sacada que podem ser totalmente abertos, para instalar na sacada do meu apartamento.
    Abraços,
    Antonio
    Resposta de MARCELO DUARTE: O sistema deles não é o melhor, mas também não é o pior. Mas a empresa não oferece nada para prender os vidros quando eles estão abertos. Num andar muito alto, venta forte e os vidros ficam batendo. Depois que reclamei, colocaram um elástico ridículo aqui em casa e disseram que este “era o padrão alemão” (risos!). O atendimento é bom no começo, mas grosseiro no final. Tive problemas também com a nota fiscal. Mandaram uma nota com 40% do valor total. Tive que brigar para conseguir receber a nota complementar. Foi isso! Boa sorte se optar por eles.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This