NADAR COM BONECAS INFLÁVEIS

Bonecas infláveis
O “Rubber Baba Challenge” (“Desafio de Mulheres de Borracha”) acontece todos os anos na Sibéria, Rússia. Disputada em água marinhas — que podem chegar a 0º C —, a prova de natação tem apenas participantes homens. As bonecas infláveis usadas são todas iguais e atestadas pelos juízes da competição.

Bexigas com o nariz
A capital da Geórgia, Tbilisi, sediou a disputa mundial para ver quem consegue encher mais bexigas com o nariz em um determinado espaço de tempo. O vencedor foi o jovem georgiano Jemal Tkeshelashvili, que conseguiu encher três bexigas — uma delas em somente 13 segundos.

Camelos
É uma competição tradicional no Oriente Médio. Segundo pesquisa publicada pela revista “Veja” em 2005, existiam nos Emirados Árabes 30 mil camelos de corrida. Os donos dos animais colocam crianças de 3 a 7 anos como jóqueis. A composição franzina de seu corpo permite que o animal tenha melhor desempenho nas provas.

Caracóis
Logrono, na Espanha, promove a competição todos os anos. Os bichos-atletas brigam pela vitória em um percurso de 70 centímetros. Como “incentivo”, são colocadas na linha de chegada pedacinhos de alface e de salsinha. As corridas duram, em média, entre 10 e 15 minutos.

Caretas
O Campeonato Mundial de Caretas de Egremont, na Inglaterra, é realizado anualmente, e teve origem no século XIII. A disputa acontece junto a uma feira agrícola da cidade. Segundo a lenda local, a competição de caretas surgiu porque aqueles que comiam as maçãs da feira, consideradas muito ácidas, acabavam fazendo cara feia. O detentor do maior número de títulos é o inglês Tommy Mattinson, que venceu 11 vezes seguidas.

Dedos-do-pé
Anualmente é disputado, em Derbyshire, Inglaterra, o Campeonato de Luta Livre de Dedos-do-pé. A disputa foi criada nos anos 70 por George Burgess, porque ele queria que a Inglaterra fosse o melhor país do mundo em pelo menos um esporte. Seu sonho foi esmagado rapidamente quando um visitante canadense com dedos-do-pé fortes venceu a competição.

Elefantes
A anual Anayottam (“corrida de elefantes”) ocorre no sul da Índia. Os animais têm de partir das proximidades de um templo do deus Krishna, em Guruvayur, entrar no local, dar sete voltas e, por fim, tocar uma bandeira. O ganhador ganha tratamento especial durante as festividades que seguem o evento.

Esperma
Em 2004, a rede de televisão inglesa “BBC” promoveu a primeira disputa de espermatozóides do mundo. A competição foi exibida dentro da série Lab Rats, um programa educativo comandado por Mike Leahy e Zeron Gibson. Os próprios apresentadores cederam os atletas para a corrida, que foi exibida ao vivo em um telão instalado em um bar. No final, os “rapazes” de Zeron levaram a melhor.

Galinhas
A corrida de galinhas em São Bento do Una (Pernambuco) já entrou para o calendário turístico da região. Existe até na cidade uma locadora de aves treinadas para quem quiser participar levando um concorrente. Os animais, devidamente “pilotados” por seu donos, têm que dar duas voltas em uma pista de 60 metros de extensão.

Fantasias de gorilas
Corredores fantasiados de gorilas participaram da “Grande Corrida de Gorilas”, em 26 de setembro de 2009, em Londres, Inglaterra. A competição serviu para arrecadar dinheiro para a Organização Gorila, que angaria fundos para projetos educacionais e de caridade na África.

Peladões do Natal
Em Budapeste, na Hungria, pessoas correm seminuas pelas ruas da cidade durante a época do Natal. Os únicos trajes vistos, mesmo nas baixas temperaturas, são os gorros natalinos, calções e biquínis vermelhos. O evento acontece para angariar fundos para o combate contra a fibrose sística.

Panquecas
O revezamento 4 x 100 é realizado todo ano em Londres, na Inglaterra. Só que em vez de bastões, cada corredor é responsável por passar uma frigideira com uma panqueca para o próximo competidor. Outra regra é que os participantes precisam virar a panqueca no ar antes de passá-la para o companheiro. A corrida dura cerca de 30 minutos e conta com equipes formadas por membros do Parlamento britânico e jornalistas de Política.

Pombos-correios

Ocorre em diversas partes do mundo. Os pombos-correios são soltos e ganha aquele que retornar primeiro. Eles chegam a percorrer 900 quilômetros, a uma velocidade de 90 km/h. Em 2004, 1500 pássaros que participavam de uma corrida na Suécia simplesmente desapareceram. Os organizadores não souberam dizer o que havia acontecido.

Lata de lixo motorizada
O engenheiro inglês Andy Jennings, de 28 anos, entrou para o Guinness Book (Livro dos Recordes) com a lata de lixo motorizada mais rápida do mundo. A marca de 72km/h foi atingida em 06 de maio de 2021. Na mesma data, num festival de veículos malucos, foram batidos também os recordes de carrinho de mão e vaso sanitário motorizados mais rápidos.