A cerveja mais popular da China é a Tsingtao (fácil de ser encontrada no Brasil também). Ela existe desde 1903. Foi a primeira cerveja fabricada na China por alemães da cidade de Qindao. A história dessa cidade portuária é curiosa. Em 1898, dois missionários alemães foram assassinados na China e, como indenização, o governo chinês entregou Qindao em troca. Quando a Alemanha perdeu a Primeira Guerra, o Tratado de Versalhes deu a cidade ao Japão, que montou ali uma base naval. Isso irritou demais os chineses. O país só voltou a ter domínio de Qindao em 1945, depois da Segunda Grande Guerra. Hoje, ela é um balneário chique e é chamada de “Suíça Chinesa”.



Mas esse post não é sobre a Tsingtao, mas sobre as cervejas curiosas que encontrei na China. A primeira, da esquerda para a direita, tem aroma de lichia. Na verdade, ela parece um refrigerante. É transparente, bem fraquinha. A cerveja de abacaxi (centro) é horrorosa. Só tem cor de abacaxi. Não faz espuma, tem um gosto de água suja. A que mais lembra cerveja de verdade é a de arroz. Tem gradação de 3,6% de álcool, tem cor de cerveja e faz muita espuma.