É difícil acreditar que o quadro “The Potato Eaters”, de 1885, seja de autoria do holandês Vicent van Gogh. O quadro tem cores opacas e formas estranhas. Nada da perfeição anatômica ou técnica. Mais incrível ainda é que o autor disse à irmã que aquele era um de seus melhores trabalhos até então. Por isso, “The Potato Eaters” está no centro das atenções da exposição Mistake or Masterpiece? [Erro ou Obra-Prima?], no Museu Van Gogh, em Amsterdã, capital da Holanda.

No quadro, Van Gogh retratou cinco camponeses em uma pequena casa na zona rural. Todos têm “a cor de uma batata empoeirada, com casca”. Na ocasião, ele morava em Brabant, no sul da Holanda.

Foi apenas quando o artista se mudou para a França, em 1886, que ele descobriu os tons brilhantes dos impressionistas, dando início à criação de obras-primas vibrantes e mais famosas, como Noite Estrelada e Girassóis.

 

A exposição fica em cartaz até 13 de fevereiro de 2022. Como está na moda hoje, ela tem um espaço instagramável. A mesa foi recriada para pessoas que quiserem entrar no quadro e fazer também parte da obra de arte.