Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Linha do tempo da TV

24 de abril de 2019

1950
Estreou, na Tupi, “Imagens do dia”, o primeiro telejornal da TV brasileira.

1951
Teve início “Sua vida me pertence”, de Walter Foster, a primeira telenovela brasileira. Era transmitida em 2 capítulos semanais. Foi nessa novela que aconteceu o primeiro beijo da TV brasileira. A cena, que não passou de um rápido selinho, só aconteceu no último capítulo. Os atores eram Vida Alves e Walter Foster

1952
Surgiu o primeiro e mais importante teleteatro da TV brasileira: “TV de Vanguarda”.

1953
Em 17 de junho estreou “Repórter Esso”. O programa vinha de um extraordinário sucesso no rádio e foi um dos noticiosos de TV de maior sucesso.

1954
Iniciou, na Record, o primeiro seriado de aventuras produzido no Brasil: “Capitão 7”, estrelado por Ayres Campos e Idalina de Oliveira.

1955
Em 18 de setembro foi realizada a primeira transmissão externa direta, com o jogo entre Santos e Palmeiras. Estreou o programa “O céu é o limite”, de J. Silvestre, o primeiro programa de perguntas e respostas da TV brasileira. Estreou em 17 de abril “A grande gincana Kibon”, um dos programas infantis de maior sucesso e que ficou no ar por 16 anos.

1956
Estreou a primeira telenovela infantil, “Poliana”, com adaptação de Tatiana Belinky e direção de Júlio Gouveia.

1960
Iniciou-se a utilização do videoteipe.

A inauguração de Brasília foi transmitida diretamente para todo o país.

“Hamlet”, de William Shakespeare, adaptado e dirigido por Dionísio de Azevedo, foi levado ao ar já gravado em videoteipe; os registros indicam que foi o primeiro teleteatro a usar esse recurso.

Criado pela TV Cultura e organizado pela Secretaria de Educação de São Paulo, surgiu o primeiro “Telecurso”, destinado a preparar candidatos para o exame de admissão ao ginásio.

1961
Foi promulgado decreto fixando em 3 minutos o intervalo comercial.

Foi proibida a participação de menores de 18 anos em programação de debates.

1962
Foi promulgado decreto que obrigava a transmissão de 25 minutos de filmes brasileiros por dia.

Com o nome “Vamos Brincar de Forca?” e 2 horas de duração, entrou no ar pela primeira vez o programa dominical de Silvio Santos.

1963
Foi promulgado decreto que regulamenta a programação ao vivo da TV.

Na TV Excelsior (SP) estreia a primeira telenovela em capítulos diários: “25-499 Ocupado”, estrelada por Tarcísio Meira e Glória Menezes.

1964
Estreou “O Direito de Nascer”, telenovela dirigida por Boni e baseada num roteiro de rádio e que marcou o inicio de uma fase onde a programação era toda centrada na transmissão de telenovelas.

1965
Estreou o 1º Festival da Música Popular Brasileira, vencido por Edu Lobo com a música Arrastão, interpretada por Elis Regina.

Estreou o musical “O Fino da Bossa”, com Elis Regina e Jair Rodrigues, que marcou o início de uma série de programas musicais de grande sucesso.

A Record colocou no ar o programa “Jovem guarda”, com Roberto Carlos, o maior sucesso da série de musicais.

1967
Estreou “Família Trapo”, um dos humorísticos de maior sucesso da TV.

1968
O programa dominical de Silvio Santos foi rebatizado de “Domingo no Parque” e passou a ter 6 horas.

1969
Estreou o “Jornal Nacional”, da Rede Globo, primeiro programa regular a ser transmitido em rede nacional e que marcou o início das operações em rede no Brasil.

1971
O Ministério das Comunicações baixou decreto que regulamenta 3 minutos de comercial para cada 15 minutos de programação.

1972
No dia 31 de março aconteceu a primeira transmissão em cores da TV brasileira, feita pela TV Difusora, de Porto Alegre. A ocasião televisionada foi um desfile de carros alegóricos na Festa da Uva, em Caxias do Sul (RS).

1974
Estreou a primeira telenovela educativa, “João da Silva”, realizada pela TV Cultura de São Paulo.

1975
A primeira versão da novela “Roque Santeiro” foi censurada pouco antes da estreia. Trinta capítulos estavam prontos. Uma nova versão foi ao ar 10 anos depois.

1978
Entrou no ar o “Telecurso 2º grau”, produzido pela Fundação Roberto Marinho e Fundação Padre Anchieta. Foi o programa educativo de maior sucesso na TV brasileira.

1979
Surgiram as séries brasileiras, produzidas pela Rede Globo, para substituir as séries estrangeiras.

1980
Acabou a censura oficial ao telejornalismo.

Saiu do ar a primeira emissora do país, a TV Tupi.

O Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) deu início às suas operações.

1981
A TV Bandeirantes se tornou a primeira emissora a utilizar satélite em suas transmissões.

1983
Foi inaugurada a Rede Manchete, com cinco emissoras próprias e uma afiliada em Porto Alegre (RS).

1985
A segunda versão da novela “Roque Santeiro” se tornou a novela com maior audiência da história da Rede Globo, com 75 pontos de audiência.

1986
Um incêndio destruiu 90% dos equipamentos da TV Cultura e fez com que o canal ficasse 3 horas fora do ar.

1988
Com a nova Constituição, mudou o sistema de concessões de canais de rádio e TV no Brasil.

1990
Estreou o Canal +, primeiro canal de TV a cabo no Brasil. A emissora foi comprada pouco tempo depois pelo Grupo Brasil e deu origem a TVA.

A Igreja Universal do Reino de Deus comprou a Rede Record após uma polêmica disputa judicial.

A novela “Pantanal”, da Rede Manchete, fez enorme sucesso com suas cenas externas e nus de atores.

1991
O sistema de televisão por assinatura foi implantado no Brasil.

1992
Foi ao ar a primeira rede internacional de TV para brasileiros. A Brazilian Television Network (BTN) estreou em Miami (EUA).

O primeiro programa interativo da TV, “Você Decide”, foi ao ar na Rede Globo.

1995
O Projac, maior centro técnico de televisão da América Latina, foi inaugurado no Rio de Janeiro (RJ). Ele pertence a Rede Globo.

Morreu Adolpho Bloch, fundador do Grupo Bloch Editores, da revista e da rede de televisão Manchete.

O SBT inaugurou o Centro de Televisão (CDT), maior construção linear para televisão feita na América Latina.

1996
Cid Moreira e Sérgio Chapelin deixaram o comando do “Jornal Nacional”, exibido pela Rede Globo, após 26 anos ocupando a posição. Os dois foram substituídos por Lílian Witte-Fibe e William Bonner.

1997
Foi fundada a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), responsável por regular e fiscalizar o sistema de telecomunicações no Brasil.

O comando da criação e programação da Globo passou às mãos de Marluce Dias da Silva. Antes, que ocupava o posto era José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni.

1998
Foi realizada a primeira transmissão digital no Brasil, pela Rede Globo. O canal exibiu o novo recurso durante a exibição da partida inaugural da Copa da França, realizada entre Brasil e Escócia.

1999
O Grupo TeleTV! Comprou a concessão de canal da Rede Manchete, o que não incluía bens como equipamentos ou o prédio da emissora, e se responsabilizou pelo pagamento das dívidas com o INSS e FGTS que estavam em atraso. Em novembro entrou no ar a Rede TV!

A Rede Globo inaugurou sua nova sede. Ela possui 16.500 metros quadrados de área.

Morreu João Jorge Saad, fundador da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

O dia em que o Capitão 7 disse não a Assis Chateaubriand

O dia em que o Capitão 7 disse não a Assis Chateaubriand

O Capitão 7, como o nome e o número sugeriam, foi criado na TV Record Canal 7, em 1954, mesmo ano em que a TV Tupi Canal 3 lançou o Falcão Negro. O Capitão 7 era interpretado pelo ator Ayres Campos. As suas aventuras tinham uma pegada ligada às histórias de ficção...

O “mendigo da praça”: um personagem, dois atores

O “mendigo da praça”: um personagem, dois atores

Zé Bonitinho, que era o perigote das mulheres, surgiu na TV brasileira no finalzinho dos anos 1950. Foi criado pelo próprio Loredo para a TV Rio e inicialmente escrito pelo Chico Anysio. Pouca gente se lembra (ou sabe) que Jorge Loredo interpretou vários outros...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This