Greve, em latim popular, significa cascalho. Servia originalmente para nomear um terreno plano, uma praia, apenas com areia e cascalho. Por causa desse significado, uma praça de Paris foi batizada de Place de Grève, por estar localizada às margens do rio Sena. A praça tinha um pelourinho e uma forca. Chegou a ter também uma guilhotina. Pois, nesse local, trabalhadores e desempregados costumavam se reunir para protestar ou para pedir melhores salários.

Com o passar do tempo, e sem ainda uma palavra que nomeasse esses tipos de manifestações, acabou-se fazendo uma associação do nome da praça com os protestos realizados nela. Daí é que veio o “fazer greve”. Desde 1803, a Place de Grève em Paris passou a se chamar Place de l’Hotel-de-Ville e é onde fica a prefeitura da cidade.