Já ouviu falar no Museu das Falsificações? Não é exatamente um museu, mas o nome chamou bastante atenção. Um grupo artístico chamado MSCHF,  baseado no Brooklyn, em Nova York, comprou o esboço original de uma obra de Andy Warhol chamada “Fairies” (“Fadas”), de 1954, avaliada em 20 mil dólares. Um trio de fadas aparece pulando corda. Com esse original, o grupo reproduziu 999 falsificações.

As cópias foram quimicamente envelhecidas para imitar a aparência amarelada do original. Depois disso, todas as 1.000 peças foram embaralhadas em uma pilha e colocadas à venda online. Ninguém saberá qual é a verdadeira. Isso significa que o sortudo que ficar com o original ganharia involuntariamente 19.750 dólares, enquanto todos os outros teriam apenas uma obra de arte legal e razoavelmente acessível.

Andy Warho

 

As 1.000 peças já foram vendidas, a 250 dólares cada uma O esboço foi vendido em 2016 para a MSCHF por 8.125 dólares.  Ao criar o Museu das Falsificações, os brincalhões disseram querer criticar o esnobismo do mundo da arte e sua crença de que apenas os ricos e lidos podem possuir obras de arte famosas.