1. James Bond foi criado pelo escritor inglês Ian Fleming em 1953. Fascinado pelo mundo da espionagem e por bacará, ele imaginou um personagem que fosse uma versão ideal de si mesmo: trabalhasse para o serviço secreto inglês, tivesse sorte no jogo e fosse bem-sucedido com as mulheres.

2. Fleming usou o nome de um ornitólogo para batizar o agente. O James Bond de verdade é pesquisador e autor do livro “Birds of the West Indies” (“Pássaros das Guianas”).

3. O personagem James Bond foi inspirado em um agente secreto da inteligência britânica chamado Lionel “Buster” Crabb. Acredita-se que Lionel tenha sido morto em abril de 1956, durante uma missão. O objetivo era mergulhar nos mares do sul da Inglaterra para inspecionar, secretamente, um navio Russo. Era o início da Guerra Fria.

4. Os zeros na frente do seu número de código significam que ele tem licença para matar quando estiver a serviço da rainha da Inglaterra.

5. “007 Contra o Foguete da Morte” (1979) teve várias cenas filmadas no Brasil. No filme, as Cataratas do Iguaçu são mostradas como parte da Floresta Amazônica.

6. O carro de James Bond em “007 Contra Golden Eye” é um BMW Z3. A bebida preferida do agente é o dry martini. Mexido, jamais batido.

7. O filme “Golden Eye” traz alterações substanciais em pelo menos um ponto. Bond abandonou sua marca favorita de champanhe, a Dom Perignon, e substituiu-a pela concorrente Bollinger Grande Année 1988.

8. Na adaptação dos livros para o cinema, a Smersh — órgão político de retaliação composto basicamente por russos — deu lugar à Spectre, tipo de sindicato freelancer do crime. Essas duas organizações fictícias são as principais inimigas de Bond.

9. Albert “Cubby” Broccoli e Harry Saltzman, donos da EON Productions, responsável pela produção dos longas de 007, compraram os direitos sobre os livros de Ian Flemming no início dos anos 60. Apenas dois títulos ficaram de fora da aquisição: “Casino Royale” e “Thunderball”. Este último teve empecilhos legais porque o co-autor da obra era o produtor Kevin McClory, que mais tarde co-produziu o filme mais produtivo da série nos anos 60 – “007 Contra a Chantagem Atômica” (refilmado em 1984 com o título “Nunca Mais Outra Vez”).

10. Sean Connery foi rejeitado a princípio para interpretar o agente secreto. Um executivo da empresa chegou a afirmar, referindo-se ao passado do ator: “Não vou exibir um filme estrelado por um estivador”.

11. Em 2005, o ator britânico Daniel Craig, de 37 anos, foi escolhido para interpretar James Bond na refilmagem de “Casino Royale”, o vigésimo filme da série. A escolha causou polêmica: Craig é loiro e James Bond, tradicionalmente moreno. Na primeira cena de luta, Craig levou um soco e acabou perdendo dois dentes.

12. A pistola dourada usada no filme “007 Contra o Homem com a Pistola Dourada” (1974)  foi roubada do estúdio em que era guardada, em Hertfordshire, Inglaterra. Avaliada em cerca de 180 mil reais, a arma foi utilizada no filme pelo vilão Francisco Scaramanga (Christopher Lee), contratado para matar o espião James Bond (Roger Moore). Na vida real, a polícia acredita que a arma cairá no mercado negro dos colecionadores. O crime aconteceu em 10 de outubro de 2008.

13. “007 — Quantum of Solace” é continuação do episódio anterior, “Cassino Royale”. James Bond quer vingar a morte de sua amada Vesper (Eva Green) ao mesmo tempo em que combate o “país-vilão” da vez (Bolívia) e tenta salvar o mundo de um desastre ambiental.

14. Em outubro de 2009, a revista “Entertainment Weekly” elegeu James Bond o melhor herói de Hollywood de todos os tempos. Vêm atrás Indiana Jones, em segundo, e o Super Homem, em terceiro.

15. Seis atores já passaram pelo papel: Roger Moore (7), Sean Connery (6), Daniel Craig (5), Pierce Brosnan (4), Timothy Dalton (2) e George Lazenby (1).