Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 números do ataque

24 de abril de 2019

1. As sete torres do WTC ocupavam uma área de 64.750 metros quadrados. Havia 6 subsolos, com um estacionamento para 2.000 carros, e ligação com duas estações de metrô. A torre norte media 417 m de altura e a torre sul, 415 m. As demais, entre 8 e 47 andares. O WTC custou 1,2 bilhão de dólares para ser construído.

2. Escritórios de 400 empresas de 25 países estavam hospedados no local. Nas torres norte e sul trabalhavam 50.000 pessoas.

3. Toda essa gente produzia 50 toneladas de lixo por dia e consumia 8,5 milhões de litros de água potável.

4. Foram recolhidas 1,8 milhão de toneladas de entulho dos escombros.

5. Gastou-se, com limpeza do local e resgate de sobreviventes, 3 milhões de dólares em exatos 260 dias de trabalho.

6. Somente 291 corpos foram encontrados intactos nos escombros. Além deles, as equipes recolheram 19.497 partes de restos humanos.

7. Apesar de ter sido divulgado que 2.819 pessoas morreram por causa do atentado, este número foi revisto diversas vezes. O relatório publicado em 2003 apontava 2.752 mortos.

8. Um Boeing 767 pesa 179 toneladas e carrega 90.770 litros de combustível. Calcula-se que cada avião colidiu contra as torres com um impacto equivalente a mais de 1.000 vezes o próprio peso.

9. As cédulas de dólares recolhidas nos destroços encheram 60 sacos de lixo de 100 litros cada.

10. Foram recolhidos 65.000 objetos pessoais dos escombros. Entre eles estavam: 144 anéis, 437 relógios, 77 colares, 119 brincos e 80 pulseiras.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Sequestro do ônibus 174

Sequestro do ônibus 174

  Sandro Barbosa do Nascimento, 21 anos, sequestrou um ônibus da linha 174 (Central – Gávea) no Rio de Janeiro, no dia 12 de junho 2000, uma segunda-feira. O caso ficou conhecido como " Sequestro do ônibus 174". O sequestro durou cerca de cinco horas. Sandro...

Galdino de Jesus

Galdino de Jesus

  O índio pataxó Galdino Jesus dos Santos resolveu dormir numa parada de ônibus da avenida W/3 Sul, em Brasília. Ele foi da Bahia para a capital participar das festividades do Dia do Índio e defender a demarcação da reserva pataxó. Voltou tarde para a pensão em...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This