Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre o Biscoito Globo

30 de agosto de 2021
  1. O Biscoito Globo, patrimônio cultural e imaterial da cidade do Rio de Janeiro desde 2012, foi criado em São Paulo, numa padaria chamada (que ironia!) Record. Curiosidades assim estão no livro “Ó, o Globo! – A história de um biscoito“, de Ana Beatriz Manier, lançado pela Editora Valentina em 2017.
  2. Por causa da ruidosa separação dos pais, Milton e João Ponce foram obrigados a morar com o primo Germano Felippe, que era dono de uma padaria no bairro do Ipiranga, em 1954. Milton tinha 15 anos e João, 11. Milton aprendeu o ofício da panificação e criou um delicioso biscoito de polvilho, que passou a ser vendido com o sobrenome do primo – Biscoitos Felippe.
  3. Ao saber que 1,2 milhão de pessoas eram esperadas no 36º Congresso Eucarístico Internacional, que seria realizado no Rio de Janeiro, entre 18 e 24 de julho de 1955, Milton teve a ideia de vender seus biscoitos por lá. Ele e mais quatro vendedores levaram 2.500 pacotes e tudo se esgotou em dois dias. Voltaram a São Paulo para buscar outros 5.000, também vendidos rapidamente. Por que não abrir uma fábrica de biscoitos no Rio?, pensou Milton.
  4. Germano gostou da ideia. Arrendou um dos fornos de uma padaria no bairro de Botafogo, a Globo. Milton mudou-se para o Rio e ficou tomando conta da produção. Eram vendidos 100 quilos de biscoito por dia. Eles passaram a ser chamados de “biscoitos paulistas”.
  5. Em 1963, Milton, então com 24 anos, comprou a parte de Germano e se associou a um português chamado Francisco Torrão, de 27 anos. Eles criaram uma nova empresa: a Panificação Mandarino. O biscoito foi rebatizado de Copacabana, mas logo descobriram que já existia essa marca. Deram a ele então o nome de Biscoito Globo, o nome da primeira padaria  Eles não se importaram com a existência de um jornal com esse nome (“O Globo” foi lançado em 1925). A TV Globo só foi criada em 1965.
  6. A embalagem tem os desenhos da Torre Eiffel, da Torre de Pisa, da Torre de Belém e do Pão de Açúcar. Foi criada por um português chamado Nelson, que trabalhava na Cia. Jorge Mendes de Papéis e Artefatos, em Olaria. Há também um bonequinho-palito que foi tirado das páginas do próprio “O Globo”
  7. Para ajudar na identificação dos produtos, já que muitos vendedores ambulantes eram analfabetos, o biscoito salgado ficou com a embalagem verde e o doce, vermelho. Os salgados representam 70% das vendas.
  8. São produzidos em média 150 mil anéis diariamente com uma massa que leva polvilho azedo, gordura de coco, leite, ovos, água e sal ou açúcar. As fornadas demoram de 15 a 20 minutos para ficarem prontas.
  9. Segundo a empresa, funcionários levam 8 segundos para colocar nove biscoitos dentro do saquinho de papel e dar a dobradinha nas laterais.
  10. Os saquinhos são feitos de papel vegetal com uma película interna para que não percam a crocância. Em 2003, foi criada uma embalagem plástica, que aumentou o prazo de validade do produto de 4 quatro dias para três meses, e permitiu que ele fosse vendido em outros Estados.
  11. Depois de comprar a marca Matte Leão, a Coca-Cola fez uma oferta para levar a Biscoito Globo também. A oferta milionária foi recusada.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A verdadeira história da bala 7 Belo

A verdadeira história da bala 7 Belo

Escrevi para a assessoria de imprensa da Arcor, dona da marca 7 Belo desde 2001, pedindo ajuda para contar a história da bala cinquentenária. O departamento de marketing não quis passar informações. No jogo de cartas, 7 Belo é o apelido que a carta “7 de ouros” ganhou...

A origem dos bolinhos madeleines

A origem dos bolinhos madeleines

As madeleines têm uma função muito importante na monumental obra de Marcel Proust. "Em busca do tempo perdido", o autor francês utiliza o momento em que a tia mergulha um bolinho na xícara de chá para evocar saborosas lembranças. [yotuwp type="videos" id="7h9WokS7PoQ"...

A origem do nome e da embalagem das batatas Pringles

A origem do nome e da embalagem das batatas Pringles

A batata frita Pringles foi lançada no mercado americano em 1968. Até 1986, o nome tinha um apóstrofo (Pringle's). Depois virou uma palavra só. A escolha do nome foi bastante curiosa. Fizeram uma pesquisa na lista telefônica de Cincinatti. Encontraram no subúrbio da...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This