Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Dicionário da política

24 de abril de 2019

Acordo
Depois de duas ou mais pessoas discutem e definem como será resolvido determinado assunto, elas realizam um acordo. Ele só pode ser acertado quando todos concordam com o que foi definido. No Brasil, os acordos são comuns — apesar de não existir nenhum dispositivo legal que os regulamente.

Agenda
Essa palavra indica o grupo de temas que devem ser tratados por um político ou por um grupo de políticos.

Assembleia constituinte
Reunião de políticos de diversos partidos para definir a nova Constituição de um país.

Autoritarismo
Uma pessoa é autoritária quando usa seu poder ou posição para mandar nos outros. Governos ditatoriais, em que uma pessoa centraliza todo o governo em suas mãos, costumam usar e abusar do autoritarismo para controlar a população. É o oposto da democracia.

Aliados
São pessoas ou partidos que, por terem as mesmas ideias, juntam suas forças para defendê-las.

Burocracia
Dá-se o nome de burocracia ao modo como as instituições públicas organizam suas atividades. Como o esquema de trabalho delas começou a ficar muito complicado, a palavra acabou batizando também processos muito longos, com muito vaivém de papéis, que dificultam a obtenção do que se deseja. A burocracia está presente em qualquer sociedade moderna.

Campanha
É o conjunto de atividades realizadas pelos políticos para se tornarem conhecidos e divulgarem suas propostas de governo. Elas costumam acontecer em épocas de eleições.

Coligação
É quando um ou mais partidos constituem uma aliança durante as eleições. Os partidos pequenos costumam fazer coligações com os maiores em eleições para cargos importantes, como presidente ou governador, já que não têm muitas chances de vencerem sozinhos.

Constituição
Leis básicas de um país. No Brasil, todos os estados são obrigados a seguir as regras da Constituição, e não podem fazer leis que contradigam a Constituição.

Corrupção
Pessoas corruptas são aquelas que tentam conquistar objetivos por meio de atos ilegais ou se propõem a fazer algo ilícito por dinheiro.

Desvio monetário
Consiste em se apropriar de determinada quantia de dinheiro que não lhe pertence e deveria ser empregada em outras atividades, como, por exemplo, obras públicas.

Eleições
Sistema escolhido pelos governos democráticos para apontar pessoas que representaram a população na tomada decisões relativas à cidade, estado ou país.

Erário
Dinheiro público de qualquer instância e fonte.

Governo
Grupo de pessoas — que fazem parte de partidos — que tomam decisões e administram a cidade, estado e país.

Greve
É uma forma de protesto em que as pessoas interrompem seus trabalhos, tentando assim chamar a atenção para suas reivindicações.

Horário eleitoral
Período de tempo reservado aos candidatos a um cargo público divulgarem, no rádio e na televisão, o plano de trabalho de seu governo.

Imposto
Quantias de dinheiro cobradas sobre produtos ou atividades. O valor levantado é adicionado ao orçamento do governo, que cobre gastos com saúde, segurança, educação e outras necessidades do país.

Justificar o voto
No Brasil, votar é obrigatório para todos os maiores de 18 anos. Quem não puder comparecer por motivo de doença, viagem ou moradia em local distante, deve avisar a Justiça Eleitoral. Isso significa justificar o voto.

Leis
Conjunto de normas que rege o país (leis federais), estado (estaduais) ou cidade (municipais).

Ministro
Pessoa que compõe a equipe do Presidente e tem a função de auxiliá-lo durante o governo. Tem atribuições específicas, como cuidar da agricultura, da educação ou da saúde, entre outras.

Oposição
É o o grupo de partidos políticos que se opõo ao governo em vigor, por ter ideias diferentes.

Partido
Grupo de pessoas e políticos que tem as mesmas ideias e objetivos.

Político
Pessoa que atua na área pública como representante da população. Deve defender os desejos e ideias daqueles que o elegeram e zelar pelo bem comum.

Reeleição
Consiste na decisão de manter em determinado cargo alguém que já o exerce. No Brasil, os cargos legislativos têm reeleição infinita — um senador, por exemplo, pode se reeleger infinitas vezes. Já em cargos executivos (presidente, governador, etc.), a reeleição só pode acontecer uma vez.

Título de eleitor
É o documento que lhe permite votar. É obrigatório para os maiores de 18 anos e opcional para os cidadãos de 16 e 17 anos.

Turnos
São as etapas de uma eleição. Quando um candidato obtém mais de 50% dos votos no primeiro turno, não é preciso realizar o segundo.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Arremesso de ovos na Dama de Ferro

Arremesso de ovos na Dama de Ferro

Um grupo de Facebook reuniu cerca de 15 mil interessados em participar de uma competição de arremessos de ovos na nova estátua da ex-primeira-ministra britânica Margareth Thatcher. Foi a forma que encontraram para protestar contra a estátua de bronze de 6 metros de...

Curiosidades sobre 10 políticos brasileiros

Curiosidades sobre 10 políticos brasileiros

1. Aécio Neves Aécio não é o primeiro político da família. Ele é filho do ex-deputado Aécio Ferreira da Cunha e neto de Tancredo Neves, o primeiro presidente eleito no Brasil depois da Ditadura Militar. Foi...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This