ELEIÇÕES NO BRASIL E CURIOSIDADES

  • Quando foi eleito vereador da cidade de Aspásia (SP), Renan Medeiro Venceslau tinha apenas 17 anos. O petista completa a maioridade em dezembro de 2008, um mês antes da posse. O título de vereador mais idoso em 2008 pertence a Antônio Ferreira da Silva (PSDB), 89 anos. Ele foi eleito em Cedro (CE) com 904 votos.
  • O cantor e apresentador Netinho de Paula foi o terceiro  colocado nas eleições para vereador de São Paulo, com  84.406 votos. Filiado ao PCdoB, Netinho pretende concentrar  seus projetos na urbanização das favelas e na restauração da “Cracolândia”.
  • O prefeito eleito mais jovem foi Caio Vellasco de Castro Curado (PMDB) –  aos 20 anos, o candidato conseguiu 1.881 votos dos cidadãos de Faina (GO). Já o prefeito mais velho foi Susumo Itimura (PSDB), reeleito em Uraí (PR) aos 90 anos, com 2.222 votos.
  • A cidade de Borá (SP) é o menor colégio eleitoral do Brasil, com apenas 924 eleitores. Assim, o mais novo prefeito da cidade é Luiz do Açougue (PT), com 478 votos. O vereador mais votado, Carlinhos Dengue (PMDB), conseguiu 69 votos.
  • Eterna musa de Chacrinha, Rita Cadillac  não fez tanto sucesso com os eleitores de Praia Grande (SP). A candidata a vereadora só conseguiu 378 votos e não foi eleita. Outra famosa que se deu mal foi Gretchen: a dançarina recebeu apenas 343 votos na corrida pela prefeitura de Itamaracá (PE).
  • Na capital paulista, o judoca Aurélio Miguel (PR), medalha de ouro nos Jogos Olímpícos de 1988, e o cantor Agnaldo Timóteo (PR) foram reeleitos com, respectivamente, 50.804 e 26.180 votos.
  • O jogador de futebol Túlio Maravilha fez mais um gol: elegeu-se vereador em Goiânia, com 10.401 votos.
  • Sérgio Mallandro, Léo Áquila e o cantor de música brega Ovelha não conseguiram uma vaga na Câmara Municipal de São Paulo. Mallandro (PTB) recebeu 22.066 votos; Léo Áquila (PR), 6.515; e Ovelha (PTB) só 788.
  • Em Salvador, o travesti Leo Kret (PR) ficou em quarto lugar na disputa pela Câmara Municipal com 12.861 votos.