10000 a.C.
Povos no Oriente Médio deixam a vida nômade e constroem lugares permanentes para viver. Com esta mudança, adotam a prática de plantar seu próprio alimento (em vez de sair em busca dele).

6000 a.C.
Ao armazenar o leite em bolsas feitas de estômago de mamíferos, povos nômades da Mesopotâmia descobrem sem querer a técnica de produção de queijo.

4000 a.C.
Segundo a lenda, um viajante nômade resolve levar leite numa sacola de pele de cabra durante uma viagem pelo deserto e, sem querer, produz o iogurte.

3000 a 2000 a.C.
Graças aos ciclos de enchentes e vazantes do rio Nilo, os egípcios desenvolvem o plantio de trigo. Eles utilizam o grão para fazer pão, que é assado em fornos rústicos.

1000 a.C.
Habitantes da região mesopotâmica registram em documentos o consumo de uma bebida a base de cevada. A cerveja foi uma bebida muito popular no Egito, na Grécia e em Roma. Com a expansão da dominação grega, o vinho, fabricado por antigas civilizações do Oriente, se espalha pela Europa.

600 a.C.
Usados apenas para servir comida, os primeiros garfos possuíam dois dentes de pontas afiadas.