Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Rock animal: os bichos sobem no palco

24 de abril de 2019

Durante um concerto em Toronto (Canadá), um fã deu um presente inusitado a Alice Cooper: uma galinha. O cantor pegou o animal, fez um chamego e jogou para a plateia. Ela não foi tão condescendente. Em segundos, destripou o bicho.

Durante o show de lançamento do álbum Diary of a Madman (Diário de um Louco), um fã atirou um morcego para Ozzy Osbourne. O cantor, achando que era um boneco de plástico, mordeu a cabeça do bicho. O caso gerou protestos por parte de entidades de proteção aos animais e teve enorme repercussão junto à imprensa.

Empolgado com a experiência, Ozzy resolveu repeti-la em uma reunião na gravadora Epic Records. Dessa vez a vítima foi uma pomba. O pássaro deveria ser solto na ocasião para impressionar os executivos e jornalistas, que ainda guardavam na memória o episódio com o morcego.

Paul McCartney e sua finada esposa Linda sempre foram grandes defensores dos animais. Tanto que, na década de 1960, montaram uma espécie de mini-fazenda em sua casa na Inglaterra. O lugar tinha cães, gatos, galinhas, patos, gansos e… toda a sujeira que eles faziam. Quando algum visitante desavisado tentava se livrar de uma das moscas que se esbaldavam nessa porcaria, Linda tratava de repreender o “assassino”.

Outro grande fã dos bichos era Elvis Presley. Ele teve vários de estimação, entre eles um chimpanzé chamado Scatter. O colega peludo, devidamente treinado pelo Rei do Rock, sabia encher a cara e beliscar o traseiro das mulhres. Era tão querido que tinha até um chofer a sua disposição. Adivinhe como Scatter morreu? Isso mesmo. Ele teve cirrose.

O ZZ Top lançou o álbum Worldwide Tour of Texas em 1976 com uma turnê animal. Durante os shows, dividiram o palco com os roqueiros um touro, um búfalo, dois falcões, quatro cobras cascavel e um lobo.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Pterossauro ganha nome em homenagem à Mulher-Maravilha

Pterossauro ganha nome em homenagem à Mulher-Maravilha

O paleontólogo e paleoartista Ariel Milani Martine apresenta a mais nova descoberta na área: o kariridraco dinae, o pterossauro que viveu há 100 milhões de anos na Chapada do Araripe, no Nordeste braslleiro. "Kariri" é uma referência à etnia indígena da região....

Como os cachorros se comunicam entre si

Como os cachorros se comunicam entre si

A exemplo dos lobos, os cachorros, que são seus descendentes, também se comunicam pela voz. Eles não conseguem uivar, mas latem. Cada latido tem um significado diferente. Existem latidos específicos para medo, raiva, fome, paquera e muito mais. Outra maneira muito...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This