O lobo-da-tasmânia, também chamado de tigre-da-tasmânia, é considerado extinto há 85 anos. Nativo da Austrália e da Nova Guiné, na Oceania, ele foi o maior marsupial carnívoro dos tempos modernos. O animal voltou a ser notícia porque um vídeo restaurado no mês passado mostra um deles pela primeira vez em cores.

A gravação foi feita em 1933 pelo zoólogo David Fleay, que trabalhava no Zoológico de Hobart, na Tasmânia, com o último exemplar da espécie, batizado de Benjamin. O vídeo foi colorizado agora por Samuel François-Steininger depois de longa pesquisa. Benjamin morreu em 7 de setembro de 1936 e a raça foi então considerada extinta. Os australianos escolheram essa data como Dia Nacional das Espécies Ameaçadas.