FERRETO ferret é um mamífero da família dos mustelídeos, primo do furão e da marmota. Mede cerca de 40 centímetros, pesa 1 quilo e vive de 6 a 10 anos.

O Ibama controla sua exportação porque o bichinho não tem predadores naturais no Brasil. Se for solto na natureza, pode causar um desequilíbrio ecológico, pois poderá comer animais que servem de alimentos para outros bichos nativos. E também não é permitida sua reprodução em território nacional. Todo ferret chega ao país tem um chip implantado sob a pele, para seu controle e identificação.

O ferret é curioso, adora brincar e quase não dá trabalho, além de ser silencioso. Aprende facilmente a atender pelo nome e convive bem com cães e gatos. Nos Estados Unidos, o ferret só perde em popularidade para essas duas espécies, sendo o terceiro animal de estimação favorito.

Esse bichinho foi domesticado há séculos, provavelmente pelos egípcios. Desenhos encontrados no Egito, feitos há cerca de 3 mil anos, mostram um animal bem parecido com o ferret, que era usado para deixar as casas livres de ratos e cobras. Até hoje, na Inglaterra, eles são usados para ajudar na caça de pequenos roedores, como coelhos e esquilos. Esse pequeno mamífero chegou ao Brasil em 1870, em navios americanos. Eram usados para eliminar os ratos das embarcações.