A border collie Peggy, de 9 anos, ficou surda e não conseguia mais trabalhar. Incapaz de ouvir os comandos de seus antigos donos, Peggy tinha dificuldade em lidar com os rebanhos. Seus novos donos, porém, ficaram tão encantados com a cachorrinha que começaram a lhe ensinar a linguagem de sinais.

Os cães pastores são comumente treinados para obedecer a apitos ou comandos de voz, com instruções curtas e simples. Agora Peggy está aprendendo a entender os sinais manuais e a linguagem corporal de Chloe Shorten e do marido dela, Jason. “Começamos a ensinando a olhar para nós em busca de sinais manuais”, explica Chloe. “Usamos reforço repetitivo e positivo. Ela já aprendeu a reconhecer gestos, como um polegar para cima – que significa “boa menina” -, e uma palma estendida indicando para ela parar”.