Além dos tradicionais albergues, os mochileiros têm agora mais uma opção para conhecer gente nova, se sentir em casa e gastar pouco. O projeto Eat With permite que os simpatizantes da cozinha (e dos turistas) se cadastrem em um site para receber visitantes em suas casas na hora das refeições. A experiência tem valor para ambas as partes: o turista evita gastar seu dinheiro em restaurantes caros e os anfitriões ganham a chance de apresentar as tradições de seu país. E nada impede que desse encontro nasça uma amizade.

O processo é feito de maneira organizada e segura. Por meio da plataforma do site, os anfitriões cadastram as refeições que pretendem oferecer, fornecendo uma série de detalhes: endereço, telefone, nome do prato, descrição do prato, tipo de cozinha, mínimo e máximo de hóspedes por refeição. Além disso, quem quer receber os turistas em casa precisa descrever como pretende oferecer essa experiência: quem mora na casa? O anfitrião se senta para comer com seus hóspedes? Eles têm onde estacionar o carro? É oferecido acesso à internet? Aceita fumantes? Os turistas podem levar as crianças? E o cachorro? Por fim, o anfitrião estipula um preço por pessoa (sempre em dólar) e manda sua proposta aos administradores do site. Em alguns dias, eles prometem entrar em contato com uma resposta.
Toda essa função permite que o turista depare com uma gama de opções compatíveis com seu gosto, sua personalidade e o preço que ele pode pagar. Os pagamentos são feitos pelo sistema Pay-pal, também virtual, o que evita o momento constrangedor de a visita ter de entregar o dinheiro na mão da pessoa que a chamou para jantar. A média de preço das refeições disponíveis no site é de 40 dólares por pessoa. Por enquanto, o projeto, em fase de testes, só está disponível para os que se aventurarem por Nova York (Estados Unidos), Espanha ou Israel.