ÔNIBUS ESPACIAIS

  • O ônibus espacial é uma espaçonave parcialmente reaproveitável desenvolvida pela Nasa.
  • Antes de idealizar o veículo, a Nasa realizou testes com um protótipo acoplado em um avião Boeing, que foi adaptado para voos de grande altitude.
  • O primeiro ônibus espacial a entrar em órbita foi o Columbia, em 1981.
  • É constituído de 3 partes: um tanque externo, dois foguetes e a nave propriamente dita.
  • Na decolagem, os foguetes são os responsáveis por impulsionar a nave para o alto. Eles têm uma força igual a de 30 aviões Jumbo 747. Quando o ônibus atinge 45 quilômetros de altitude, se desprendem e caem no mar.
  • O tanque externo se solta quando acaba o combustível, a cerca de 100 quilômetros de altitude.
  • Em órbita, o veículo é operado por motores traseiros e 44 mini-jatos de controle. Seu nariz, asas e toda a parte inferior são revestidos por pequenas peças de cerâmica, que suportam altas temperaturas.
  • A frota de ônibus espaciais da Nasa continha 5 naves: Columbia, Challenger, Discovery, Atlantis e Endeavour. A Columbia explodiu em 1º de fevereiro de 2003, durante a reentrada na órbita da Terra. Detritos que se  desprenderam da própria fusilagem abriram um buraco na asa esquerda. A Challenger, por sua vez, nem chegou ao espaço: pegou fogo 73 segundos após a decolagem.
  • A Nasa passou 2 anos e meio sem realizar voos com os ônibus espaciais após o acidente com a Columbia. Um novo grupo de astronautas, a bordo da Discovery, decolou em 26 de julho de 2005 e retornou a Terra com sucesso em 9 de agosto de 2005.
  • O último voo do Atlantis foi realizado no dia 14 de maio de 2010. A última missão espacial da nave foi levar equipamentos para a Estação Espacial Internacional. A primeira vez que o Atlantis partiu em uma missão foi em 3 de outubro de 1985, para levar satélites do Departamento de Defesa dos Estados Unidos à órbita da Terra.Astrônoma da Nasa conta como é a rotina de quem vive entre as estrelas.