COLUMBIA ÔNIBUS ESPACIAL

  • O ônibus espacial Columbia foi a primeira aeronave do gênero construída pela Nasa (agência espacial dos Estados Unidos) a ser lançada no espaço. Antes dela, foi construído um modelo para testes chamado inicialmente Constitution. A Nasa decidiu mudar seu nome para Enterprise, mesmo nome da nave espacial do seriado norte-americano Jornada nas Estrelas, após receber milhares de cartas de fãs do programa.
  • O voo inaugural da Columbia ocorreu em 12 de abril de 1981.
  • Com ela, teve início a era das naves de uso contínuo, que veio a suplantar os foguetes, de construção muito cara.
  • Seu nome é uma homenagem ao barco que, em 1792, passou por perigosos bancos de areia na boca de areia e chegou ileso ao que é hoje a British Columbia, no Canadá.
  • Em 1992, a Columbia sofreu uma reforma que custou 70 milhões de dólares. Com as modificações, a nave ganhou uma cabine nova, mais leve e que utilizava menos eletricidade, além de maior proteção contra o calor nas asas.
  • A última missão da Columbia teve início em 16 de janeiro de 2003. Era a 28ª viagem da nave e 113ª missão da Nasa com ônibus espaciais.
  • Neste voo, fazia parte da tripulação Ilan Ramon, primeiro astronauta israelense a ir para o espaço. Ele era filho de um sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz. Os outros astronautas eram Rick Douglas Husband, William C. McCool, Michael Anderson, Laurel Blair Clark, David Brown e Kalpana Chawla.
  • A Columbia explodiu quando sobrevoava o Texas (EUA) em 01 de fevereiro de 2003, pouco depois de reentrar a atmosfera da Terra. Quando ocorreu o acidente, a nave estava a 21,2 mil quilômetros por hora, 60 quilômetros de altura e com 57 graus de inclinação. A distância para a pista de pouso, em Cabo Canaveral, na Flórida, era de 2.254 quilômetros de distância. Os sete astronautas da tripulação morreram.
  • Pouco depois da tragédia, já havia pessoas oferecendo destroços do ônibus espacial no site de leilão eBay.