Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Cronologia

24 de abril de 2019

 

Junho de 1989
Pela primeira vez, Ben Johnson confessou que se dopava. Disse que tomava anabolizantes desde 1981 para melhorar seu desempenho.

Agosto de 1990
O governo canadense, que havia banido o atleta das competições, permitiu que ele voltasse às pistas.

Janeiro de 1991
Sua primeira prova é os 50 metros de um Meeting de Atletismo em Ontário, no Canadá. Chegou em segundo lugar, atrás do americano Daron Council.

Outubro de 1991
Johnson foi condenado a dezesseis meses de prisão por agredir a atleta canadense Cheryl Thibedeau, em dezembro de 1990. Cheryl foi agredida ao criticar o estado físico de Johnson. Ele admitiu a culpa e pôde cumprir a pena em liberdade condicional.

Julho de 1992
Ben Johnson participou dos Jogos Olímpicos de Barcelona e não conseguiu classificação para a final dos 100 metros. O melhor tempo de sua carreira sem drogas é de 10 segundos e 16 centésimos. Quando tomava anabolizantes, ele bateu o recorde mundial, com 9 segundos e 79 centésimos, invalidado pelo Comitê Olímpico Internacional. A nota triste: Ben Johnson agrediu um funcionário da Vila Olímpica.

Março de 1993
Novo exame mostrou que Ben Johnson voltou a tomar anabolizantes. Não teve mais perdão. Foi proibido de correr pelo resto da vida.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

2005O pesquisador Gauri Nanda do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) inventou um despertador que corre e se esconde, obrigando os dorminhocos a levantar da cama. O relógio, batizado de "Clocky" ,  teoricamente aumenta a produtividade dos...

  B.B King O músico perdeu sua virgindade com apenas 6 anos. Foi com a namoradinha Peaches, de 7 anos, enquanto "brincavam de casinha". "Nós brincávamos que éramos casados e fazíamos tudo o que um casal faz. Eu ia trabalhar o dia inteiro e ela fingia que...

O pano feito de linho é uma relíquia da tradição católica e objeto de discussões entre cristãos, cientistas e historiadores. Amarelado, com 4,4m de comprimento por 1,2m de largura, o pano exibe a imagem de um homem...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This