Criado pela revista de humor científico Annals of Improbable Research (Anais da Pesquisa Improvável), o IgNobel tem como missão premiar os autores de experimentos, descobertas e estudos fora do comum.

O legal é que ss categorias do Ig Nobel mudam de ano para ano. Mesmo assim, algumas — por seu alto grau de relevância — acabam tendo premiados em todas as edições.

Desde 1991, quando o prêmio surgiu, em nenhum ano as categorias foram repetidas.

Ano Categorias
2011 Fisologia, Medicina, Química, Psicologia, Literatura, Biologia, Física, Matemática, Paz e Segurança Pública
2010 Economia, Engenharia, Medicina, Planejamento de Transportes, Física, Paz, Química, Saúde Pública, Gestão e Biologia
2009 Biologia, Economia, Física, Literatura, Matemática, Medicina, Paz, Química, Saúde Pública e Veterinária
2008 Arqueologia, Biologia, Ciência da Cognição, Economia, Física, Literatura, Medicina, Nutrição, Paz e Química
2007 Aviação, Biologia, Economia, Física, Linguística, Literatura, Medicina, Nutrição, Paz e Química
2006 Acústica, Biologia, Física, Literatura, Matemática, Medicina, Nutrição, Ornitologia, Paz e Química
2005 Biologia, Dinâmica dos Fluidos, Economia, Física, História da Agricultura, Literatura, Medicina, Nutrição, Paz e Química
2004 Biologia, Economia, Engenharia, Física, Literatura, Medicina, Paz, Psicologia, Química e Saúde Pública
2003 Biologia, Economia, Engenharia, Física, Literatura, Medicina, Paz, Pesquisa Interdisciplinar, Psicologia e Química
2002 Biologia, Economia, Física, Higiene, Literatura, Matemática, Medicina, Paz, Pesquisa Interdisciplinar e Química
2001 Astrofísica, Biologia, Economia, Física, Literatura, Medicina, Paz, Psicologia, Saúde Pública e Tecnologia
2000 Biologia, Ciência da Computação, Economia, Física, Literatura, Medicina, Paz, Psicologia, Química e Saúde Pública
1999 Biologia, Cuidados da Saúde, Ensino de Ciência, Física, Literatura, Medicina, Paz, Proteção Ambiental, Química e Sociologia
1998 Biologia, Engenharia da Segurança, Ensino de Ciência, Estatística, Física, Literatura, Medicina, Paz e Química
1997 Astronomia, Biologia, Comunicações, Economia, Entomologia, Física, Literatura, Medicina, Meteorologia e Paz
1996 Arte, Biodiversidade, Biologia, Economia,

Física, Literatura, Medicina, Paz, Química e Saúde Pública

1995 Economia, Física, Literatura, Medicina, Nutrição, Odontologia, Paz, Psicologia, Química e Saúde Pública
1994 Biologia, Economia, Entomologia, Literatura, Matemática, Medicina

Paz, Psicologia e Química

1993 Biologia, Economia, Engenharia do Consumo, Física, Literatura, Paz, Psicologia, Matemática, Medicina, Nutrição, Química e Tecnologia Visionária
1992 Arqueologia, Arte, Biologia, Economia, Física, Literatura, Paz, Medicina, Nutrição e Química
1991 Biologia, Economia, Educação, Literatura, Paz, Medicina e Química

 

Para se ter ideia de como o prêmio celebra o inusitado, em 2005, o  pesquisador Gauri Nanda do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) inventou um despertador que corre e se esconde, obrigando os dorminhocos a levantar da cama. O relógio, batizado de “Clocky” ,  teoricamente aumenta a produtividade dos preguiçosos. Ganhou o IgNobel de Economia.

Já em 2006, o prêmio IgNobel da Paz foi concedido a Howard Stapleton, pela invenção de um aparelho capaz de produzir sons captados apenas por ouvidos adolescentes. Utilizado como toque de celular, a invenção pode transformar as escolas em ambientes mais pacíficos, uma vez que professores não ouviriam quando seus alunos recebessem chamadas telefônicas no horário de aula.