Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

As sogras mais famosas das telenovelas

24 de abril de 2019

Siá Bina – “Cabocla”
1959, 1979 (Ana Ariel) e 2004 (Jussara Freire)
A mãe de Zuca não se conforma quando a filha marca seu casamento com Luis, que sofre de tuberculose.

Mariana – “Paraíso”
1982 (Eloísa Mafalda) e 2009 (Cássia Kiss)
A beata sonha em ver sua filha, Maria Rita, em um convento. Por isso, faz de tudo para acabar com o romance já moça com Zeca.

Guiomar – “A viagem”
1994 (Laura Cardoso)
Influenciada pelo espírito ruim de Alexandre, a mãe de Andreza torna a vida de Raul, marido da moça, um verdadeiro tormento.

Branca – “Por Amor”
1998 (Susana Vieira)
Para causar confusão no casamento de Marcelo e Eduarda, era capaz até de levar Laura, a ex-namorada do filho, para casa.

Janete – “Terra Nostra”
1998 (Ângela Vieira)
Seu filho, Marco Antônio, casou-se com Giuliana e assumiu o filho que ela esperava. Mas, quando a criança nasceu, a sogra entregou-a para um orfanato.

Gisela – “Senhora do Destino”
2004 (Ângela Vieira)
A socialite não aprova o namoro de sua filha, Maria Eduarda, com Viriato, um maître de origem humilde.

Lucrécia – “Começar de novo”
2004 (Eva Wilma)
A malvada não sossegou enquanto não separou seu filho, Miguel, de Letícia. Tudo porque os dois eram de famílias rivais.

Dona Diva – “América”
2005 (Neuza Borges)
A mãe de Feitosa fazia de tudo para separá-lo de Islene e casá-lo com Creuza.

Dona Ofélia – “Alma Gêmea”
2005 (Nicette Bruno)
Morava junto com Divina e Osvaldo, e implicava com tudo o que o genro fazia. Mas ele também não ficava atrás, e retrucava as provocações da sogra à altura.

Débora – “Alma Gêmea”
2005 (Ana Lúcia Torre)
A calculista e diabólica mãe de Cristina apelava para qualquer meio a fim de unir sua filha ao rico Rafael.

Marta – “Páginas da Vida”
2006 (Lília Cabral)
Com a morte da filha, Nanda, a avó ficou com a guarda dos netos, e se aproveitou disso para tentar embolsar um bom dinheiro do genro rico, Leo.

Ester – “Belíssima”
2006 (Ada Chaseliov)
Depois de conseguir separar seu filho, Freddy, de Safira, a sogra ainda tentou dopar a moça para que ela assinasse um documento abrindo mão da guarda do filho do casal, Isaac.

Gioconda – “Duas Caras”
2008 (Marília Pêra)
O romance de Júlia e Evilásio não agrada nem um pouco à família da moça. Isso porque o rapaz mora em uma favela, enquanto ela foi criada em berço de ouro.

Melissa – “Caminho das Índias”

2009 (Cristiane Torloni)
A perua não admitia de maneira nenhuma o namoro do filho, Tarso, com Tônia. A sogra achava que a moça não estava à altura do rapaz.

Laksmi – “Caminho das Índias”
2009 (Laura Cardoso)
A mãe de Opash criticava tudo o que a nora, Indira, fazia. Sobrava até para as noras de seu filho.

Ingrid – “Viver a Vida”
2010 (Natália do Vale)
Não se conformou em ver um de seus filhos, Jorge, perder a namorada, Luciana, para o irmão gêmeo, Miguel. Pra piorar, a megera não aceita a tetraplegia da moça.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

O primeiro beijo em novelas

O primeiro beijo em novelas

Durante 68 anos, a história da TV brasileira registrou que o primeiro beijo em telenovelas no Brasil aconteceu no último capítulo de "Sua Vida Me Pertence", exibido em 15 de fevereiro de 1952, na TV Tupi. A primazia coube ao casal Wálter Foster e Vida Alves. A novela...

Os programas de culinária pioneiros da TV brasileira

Os programas de culinária pioneiros da TV brasileira

O primeiro programa de culinária da TV brasileira foi apresentado pelo mestre-cuca (ainda não se usava o francês chef) Francisco Ribeiro Wright, mais conhecido como Chico Wright. A estreia aconteceu em 18 de setembro de 1955, na TV Rio. O programa não tinha um nome....

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This