1. O site é uma espécie de clube virtual. O usuário cria uma página com seu perfil e monta uma lista de conhecidos. A partir de então, ganha o direito de convidar outros amigos para se juntar ao grupo.

2. Foi criado pelo turco Orkut Buyurkkokten em 2004. Ele tinha 29 anos na época e trabalhava como analista do Google.

3. A empresa de softwares Affinity Engines entrou com um processo contra o site, acusando seu criador de ter roubado os códigos de configuração de um de seus programas de relacionamento para elaborá-lo. Orkut Buyukkokten foi co-fundador da Affinity. A companhia, porém, não conseguiu levantar provas do suposto roubo.

4. Em 23 de junho de 2004, o número de brasileiros cadastrados no Orkut ultrapassou o de norte-americanos. O Brasil representava 42% dos membros “orkutianos”, contra 23% dos EUA. Em 2010, essa diferença aumentou ainda mais. Enquanto 48% dos usuários eram brasileiros (maioria absoluta), apenas 2,2% eram dos Estados Unidos.

5. A versão em português do Orkut surgiu em abril de 2005.

6. Foi por causa dessa “invasão brasileira” que, em 2008, o Google anunciou que tinha dado início ao processo de transferência da equipe de controle do site da Califórnia (EUA) para Belo Horizonte.

7. No dia 1° de abril de 2008, para fazer uma brincadeira com o Dia da Mentira, o logotipo do site passou 24 horas com o nome trocado, chamando-se “Yogurt”.

8. O cantor Léo Jaime foi a primeira pessoa a ter que criar um novo perfil (Léo Jaime 2), por ter excedido o limite de 1.000 amigos cadastrados em sua lista.

9. Alguns “orkutianos” passaram a comercializar convites para entrar no site em endereços de leilão e comércio eletrônico. Os preços variavam de 1 a 6 reais no Mercado Livre e no Arremate.

10. A designer gráfico Bobbi Prado criou o Grupo de Apoio aos Viciados no Orkut (Gavo). A ideia surgiu quando o site passou um dia inteiro fora do ar, e ela ficou desesperada.