Soror Joana AngélicaQuando se busca um santo para o Brasil, não se fala em Soror Joana Angélica, abadessa do Convento das Franciscanas da Bahia. Na guerra da Independência, em 1822, os soldados portugueses invadiram o Convento para estuprar as freiras. Soror Joana Angélica, desarmada, guarneceu a porta do claustro, retardando sua entrada. As freiras fugiram e os soldados, enfurecidos, mataram Soror Joana a golpes de baioneta.