Santo Antônio (13 de junho)

O santo casamenteiro Fernando de Bulhões tornou-se Antônio quando entrou para a Ordem Franciscana. Muitas pessoas fazem promessas a ele para conseguir se casar. Dizem até que algumas mulheres colocam a imagem do santo de cabeça para baixo como forma de forçá-lo a arranjar um marido o mais rápido possível. Sua fama é decorrente de uma premonição que ele teve durante um sermão. O pai do religioso havia sido condenado à forca por assassinato, mas ele chegou a tempo de provar sua inocência, daí a expressão “tirar o pai da forca”. Santo Antônio foi um padre que viveu no século XII e morreu muito jovem. Ele teria ficado famoso ajudando as donzelas a conseguir o dote, bens exigidos para que o casamento fosse realizado.

A oração para o santo casamenteiro é: 
Meu grande amigo Santo Antônio,
tu, que és o protetor dos enamorados, olha para mim,
para a minha vida, para os meus anseios.
Defende-me dos perigos, afasta de mim os fracassos,
as desilusões, os desencantos.
Faze com que eu seja realista, confiante, digno e alegre.
Que eu encontre um amor que me agrade,
seja trabalhador, virtuoso e responsável.
Que eu saiba caminhar para o futuro e para a vida a dois
com as disposições de quem recebeu de Deus
uma vocação sagrada e um dever social.
Que meu amor seja feliz e sem medidas.
Que todos os enamorados busquem a mútua compreensão,
a comunhão de vida e o crescimento na fé.
Assim seja. 

São João (24 de junho)

São João era filho de Isabel, prima de Maria (mãe de Jesus). De acordo com a Igreja Católica, foi por milagre que ela e Zacarias, já com idade avançada, geraram um filho. Quando adulto, são João preparou a vinda de Cristo e batizou-o no rio Jordão. Sua festa é tão importante no Nordeste que quase impediu a votação do IPMF no Congresso em 1993. O governo só conseguiu manter os deputados nordestinos no plenário porque prometeu reservas em voos que chegavam a tempo para a abertura da comemoração.

São Pedro (29 de junho)

São Pedro tem as chaves do céu. Como foi um dos pescadores que se tornaram discípulos de Jesus, é o santo padroeiro dos pescadores. Dizem que foi viúvo; então ele é também o santo cultuado pelas viúvas. São Pedro é conhecido como o fundador da Igreja Católica, o primeiro papa. Jesus teria dito: “Tu és Pedro (pedra) e sobre esta pedra construirei minha igreja”. No seu dia, são realizadas procissões em terra firme e em alto-mar. Após o cortejo, os fiéis participam de uma missa campal, durante a qual são acesas fogueiras e erguidos mastros com a bandeira do santo. A brincadeira mais comum da celebração é a do pau de sebo.