Alcorão

O Alcorão, ou Corão, é o livro sagrado dos muçulmanos. Além de representar a palavra textual de Deus, transmitida para o profeta Maomé (578-632 d.C.), o Alcorão funciona como um código de leis que rege não apenas o comportamento religioso do muçulmano, mas também o social e o político. A lei ?corânica? é dogmática e estipula os códigos penal, civil, constitucional e militar do povo islâmico.

O Alcorão é composto por 114 capítulos, chamados de suras. Oitenta e seis deles foram revelados para Maomé enquanto ele ainda residia em Meca, e 28 quando o profeta já havia fugido para Medina. O Alcorão tem 6.236 versículos.

O texto pede que os leitores e ouvintes sigam determinadas normas morais e acreditem nas verdades extraídas de fatos históricos narrados no livro. Muitas das narrativas são tiradas dos textos bíblicos, entre elas a da criação de Adão e Eva, a história de José e seus 11 irmãos, a fuga dos hebreus do Egito em direção à Terra Prometida e até o nascimento de Jesus Cristo.

Segundo o Alcorão, Jesus Cristo foi um profeta que anunciou a vinda de Maomé, fundador do Islamismo.