Jeremy Elias, repórter do “The New York Times”, pensou na pauta: o criador do icônico “I <3 NY”, em 1977, estaria pensando em usar a logomarca quando a pandemia acabasse? Elias conta que esperava que seu e-mail fosse respondido por algum assessor do célebre designer, mas foi o próprio Milton Glaser quem entrou em contato com ele pelo Facetime. Na ligação, Glaser revelou um projeto até então secreto. Ele estava trabalhando num tratamento gráfico para a palavra “Together” (Juntos).
Milton Glaser
Na conversa com o jornalista, sobre a inspiração para o novo projeto, Glaser disse:  “É deprimente quando você vê televisão e fica com essa sensação de inércia, de não ser capaz de determinar seu próprio futuro, é muito desgastante”. Glaser comentou ainda que o “Together” era uma forma mais breve de dizer “estamos todos juntos nisso”.
I LOVE NY - LOGO
Elias conta que comentou que o ‘Together’ não tinha “uma referência aberta a Nova York” , mesmo tendo sido projetado para melhorar o humor dos nova-iorquinos. Glaser respondeu que imaginava que aquela nova criação poderia ser adaptada por outros que não são nova-iorquinos. “É claro que esse é um problema mundial, não um problema de Nova York”, afirmou ele.
O designer tem uma lista longa e antológica de trabalhos, como o encarte do disco “Bob Dylan Greatest Hits” (1966), as ilustrações do disco “Beatles – Yellow Submarine” (1969), “Hope” (cartaz da campanha de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos), e as logomarcas da DC Comics, do MoMa (Nova York) e do Centro Georges Pompidou (Paris).

Milton Glaser - TOGETHER
Glaser vinha fazendo diálise três vezes por semana e estava afastado do escritório por causa do Covid-19. Morreu no último dia 26 de junho, justamente no dia de seu aniversário de 91 anos, vítima de um acidente vascular cerebral.