KELLY KEYBaba (Kelly Key)
Quando tinha 7 anos, a cantora se apaixonou por seu professor de educação física. Na época, ele nem deu atenção para a garota. Mas ao reencontrá-la crescida, anos depois, tentou emplacar um romance. Kelly Key escreveu a música como forma de retaliação.

Cálice (Gilberto Gil e Chico Buarque)
Composta em uma Sexta-Feira da Paixão, durante a ditadura militar. Naquele dia, Gil estava pensando sobre a letra de uma nova música quando associou a dificuldade de compôr com o sofrimento de Jesus Cristo no Monte das Oliveiras, pouco antes de seu julgamento e sua crucificação. Levou, então, a Chico a idéia de usar a frase “Pai, afasta de mim esse cálice de vinho tinto de sangue”. A letra também estava associada ao momento político que vivia o Brasil. A palavra “Cálice” também podia ser lida como “cale-se”, em uma referência à censura.

Cio da Terra (Milton Nascimento)
O compositor mineiro se inspirou nos cantos das mulheres camponeses do Vale do Rio Doce para fazer Cio da Terra. Estes lamentos eram entoados durante o trabalho de colheita de algodão.

Fácil (Jota Quest)
A canção foi feita atendendo aos pedidos da mãe do vocalista Rogério Flausino. Ela sugeriu que fosse composta uma música com o refrão “fácil, extremamente fácil” para que todas as pessoas pudessem cantar juntas.

Menino do Rio (Caetano Veloso)
O menino do rio em questão é o surfista Peti, um amigo de Caetano. Baby do Brasil, que também o conhecia e o achava lindo, pediu ao músico que fizesse uma canção sobre o rapaz. Caetano não apenas cumpriu a promessa, mas o fez conversando com o próprio surfista.

O Vencedor (Los Hermanos)
Marcelo Camelo escreveu a canção assistindo o reality show Big Brother Brasil. Era noite de eliminação e o candidato que deixou o programa foi recebido pela família com a frase: “Você é um vencedor”. A necessidade das pessoas em serem vitoriosas inspiraram o compositor.

Sozinho (Peninha)
Uma conversa pelo telefone de sua filha com o namorado levou Peninha a fazer a canção, que se tornou uma grande sucesso na voz de Caetano Veloso.