O escritor Sidney Sheldon nasceu em Chicago, Illinois, em 11 de fevereiro de 1917. Ele começou sua carreira escrevendo canções para uma banda. SIDNEY SHELDON

Também foi vendedor de sapatos, funcionário de uma boate e leitor de roteiros da Universal Studios.

Largou a faculdade um semestre depois de tê-la iniciado para ajudar financeiramente os pais.

Criou Jeannie é um Gênio e Casal 20, duas famosas séries de televisão norte-americanas.

Só passou a escrever romances com 52 anos. Antes, fez peças para a Broadway e roteiros de filme.

Seu primeiro romance foi “A Outra Face”, em 1969, que venceu o prêmio Edgar Allan Poe de literatura.

Ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado pelo longa Solteirão Cobiçado (1947), em 1948. O filme é estrelado por Cary Grant e Shirley Temple.

Em 1988, o escritor ganhou uma estrela na calçada da fama em Hollywood.

Durante as gravações de Desfile de Páscoa (1948), o protagonista Fred Astaire pediu que Sheldon modificasse suas falas porque achava que ele estava soando muito áspero com a mocinha. O escritor argumentou que se tratava da personagem, e não do próprio Astaire. O ator concordou, mas pediu que as alterações fossem feitas mesmo assim.

Nunca mexeu em um computador. Ele ditava seus livros para a secretária, que os digitava.

Entrou para o Livro dos Recordes como o autor mais traduzido no mundo. Seus bestsellers já foram publicados em 51 línguas e têm edições lançadas em 180 países.

Combateu na 2ª Guerra Mundial como piloto da Força Aérea norte-americana.

Antes de escrever a narrativa, ele viajava para o local onde a história se passaria e entrevistava pessoas com a mesma profissão de seus personagens.

Sheldon morreu no dia 30 de janeiro de 2007, devido a complicações geradas por uma pneumonia. Ele tinha 89 anos.