• O jornalista republicano foi expulso da Escola Militar em 1889. Ele atirou seu sabre no chão diante do então ministro da Guerra, Tomás Coelho, irritado com seus companheiros que não respondiam a uma manifestação contra o Império previamente combinada.
  • Em 1909, Euclides morreu depois de trocar tiros com o amante de sua mulher, o jovem militar Dilermando Cândido de Assis. Euclidinho, seu filho, tentou vingá-lo, mas foi morto pelo mesmo assassino do pai.