POLO NORTE

1. O Polo Norte e o Polo Sul formam o eixo sobre o qual a Terra gira. As linhas imaginárias chamadas meridianos começam neles.

2. Não há terra sob a camada de gelo que cobre a região. A geleira do Ártico tem entre 2 e 3 metros de espessura e 13 mil pés de área. No inverno, chega a ficar do tamanho dos Estados Unidos.

3. Se você um dia visitar o Polo Norte, vai encontrar ursos polares, mas nunca pingüins. Essas aves habitam a extremidade sul da Terra.

4. A andorinha-do-mar, outra espécie típica do lugar, faz todos os anos a migração mais longa do mundo. Durante o inverno, a ave deixa o Ártico e voa 35 mil quilômetros para chegar ao Polo Sul.

5. A primeira pessoa a chegar ao Polo Norte foi o norte-americano Robert E. Peary, em 6 de Abril de 1909. Ele alcançou a região em um trenó.

6. O mês mais quente na extremidade norte do planeta é julho. Nessa época, a temperatura chega a 0º celsius. Em fevereiro, mês mais frio, ela cai para -35º celsius.

7. Apesar das temperaturas congelantes, o Polo Norte não é o lugar mais frio do mundo. O posto fica com o Polo Sul. Lá, a temperatura pode chegar aos -60º celsius. Há uma explicação para essa diferença. Como o gelo do Polo Norte apoia-se diretamente na água do mar, consegue absorver parte do calor gerado pelo oceano. No Polo Sul, há uma camada de terra entre o mar e o gelo, que impede essa troca de calores.

8. O Polo Norte fica metade do ano na escuridão, e a outra, na luz. O Sol nasce por lá no equinócio da primavera (21 de março). Depois, só se põe no equinócio de outono (21 de setembro).

9. A aurora boreal, vista no céu polar, consiste em descargas de elétrons e prótons emitidas pelo Sol, que se chocam com os átomos e moléculas existentes na atmosfera do local.

10. Apesar das condições ambientais quase desumanas, há tribos que vivem no Polo Norte. Os inuítes, por exemplo, habitam porções do Alaska e do norte do Canadá. Na fauna local, podem ser encontrados ursos polares, baleias orca, baleias beluga, renas, aves voadoras e até raposas.